TRON se pronuncia sobre suposta relação com esquema de pirâmide

Equipe da TRON fala sobre o caso da Wave Field Super Community

Como noticiado recentemente pelo WeBitcoin, o nome da TRON e de seu CEO, Justin Sun, foram envolvidos no caso de uma pirâmide financeira chamada Wave Field Super Community, que aparentemente acarretou na perda de $30 milhões e um suicídio.

Os boatos atingiram nível internacional quando foi veiculado um vídeo mostrando a presença da polícia no escritório da Raybo, parceira da TRON na China continental.

De acordo com um comunicado da TRON, a polícia foi chamada na tentativa de controlar e remover determinados indivíduos que tentavam invadir o escritório. Segundo o tweet, as pessoas reunidas falavam sobre a empresa, dizendo coisas como “a TRON é um golpe”.

O comunicado afirma que, após se comunicar com os manifestantes, os funcionários da Raybo descobriram que pelo menos algumas pessoas foram enganadas pela Wave Field Super Community.

Aparentemente, a relação com o TRX foi estipulada pois na China a moeda é conhecida como “Wave Field”, e segundo a TRON, o nome do esquema foi escolhido justamente para fraudar os investidores. De acordo com o comunicado, as vítimas investiam com a promessa de altas taxas de retorno em nome da TRON, BitTorrent e uTorrent.

Após ser acusada de inércia em relação ao esquema, a empresa aponta em seu comunicado que tomou conhecimento da Wave Field Super Community em janeiro, advertindo em seguida seus investidores por meio do WeChat e dos canais oficiais do Wei Bo, aconselhando a terem cuidado com esquemas potencialmente fraudulentos. Entretanto, ao que tudo indica o nome do esquema não foi citado.

A empresa pontua que em várias ocasiões afirmou que se reserva o direito de buscar recursos legais contra aqueles que buscam infringir seu nome para semear confusão no mercado público.

Ademais, a TRON condenou veementemente atos de violência que podem ser resultantes de eventos que não estão sob seu controle direto. A empresa acrescenta ainda que a Raybo já havia entrado em contato com a Wave Field Super Community, pedindo à firma que cessasse e desistisse de atuar em nome da TRON.

De acordo com Justin Sun, a empresa está trabalhando com a polícia na tentativa de resolver a situação.

Em relação ao token TRX, logo após a veiculação do vídeo o ativo sofreu uma queda de 5%. No entanto, a desvalorização pode não estar relacionada com o caso, visto que a moeda já está se recuperando.

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli