Universidades sul-coreanas irão criar Campus Blockchain com criptomoeda própria

Coreia do Sul irá ganhar campus universitário focado na tecnologia blockchain

De acordo com a Business Korea, a Universidade Yonsei e a Universidade de Ciência e Tecnologia de Pohang (Postech) se aliaram para desenvolver todo um Campus Blockchain com uma criptomoeda própria.

Por meio da parceria, as universidades coreanas pretendem lançar até o final de 2019 um centro de pesquisa dedicado, programas de alcance empresarial e uma série de planos já em elaboração, enquanto desenvolvem um projeto centrado no aluno para alavancar o uso diário de criptomoedas.

Atualmente a Postech está criando um sistema de compartilhamento de conhecimento baseado na tecnologia blockchain chamado Engram, que irá contar com um sistema de recompensas utilizando uma altcoin chamada Neuron.

De acordo com a mídia local, os tokens da moeda poderão ser trocados por produtos no refeitório da universidade. Ainda mais, a iniciativa irá apresentar um sistema de votação baseado na tecnologia blockchain, para assegurar que não ocorra falsificação de resultados.

“A tecnologia blockchain possui o poder inovador e destrutivo para criar uma nova indústria de conceito (…). É significativo que a Postech e a Universidade Yonsei projetem de forma conjunta o futuro da tecnologia base e estabeleçam bases educacionais e de pesquisa para que futuros talentos se preparem para a tecnologia”, disse Kim Doh-yeon, presidente da Postech.

Esta não é a primeira parceria da Yonsei, visto que no ano passado a universidade assinou um MoU (Memorando de Entendimento) com a filial local da Fundação Tezos.

Aparentemente, o treinamento em áreas como contratos inteligentes formou o maior ímpeto por trás da decisão.

FONTE: COINTELEGRAPH

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli