Vitalik Buterin: Ethereum é “quase inutilizável” para muitos tipos de aplicações

E cada vez mais a comunidade pede por uma Ethereum 2.0

O co-fundador Vitalik Buterin escreveu hoje que a Ethereum é “quase inutilizável” para muitos tipos de aplicações. E, a julgar pelo roteiro do Ethereum 2.0, pode ser o caso por muitos anos.

“A L1 é quase inutilizável para muitas classes de aplicações, e não há um caminho diferente da L2 que pode nos levar à escalabilidade no curto a médio prazo”, escreveu Buterin em um tópico de desenvolvedor da Ethereum hoje.

L1 refere-se à camada um, ou o protocolo de base, que neste caso é a blockchain Ethereum. L2, ou camada dois, é qualquer protocolo construído em cima da Ethereum. Seu ponto é que é difícil para a própria blockchain Ethereum conseguir manter a grande quantidade de informações e o número de transações que estão sendo produzidas atualmente.

Essa falta de espaço já está começando a se manifestar. Os preços do gás, o combustível que mantém a rede Ethereum e suas aplicações descentralizados (dapps) funcionando, atingiu níveis exorbitantes ultimamente. Buterin até mesmo abordou esse ponto, observando que uma previsão que ele fez na plataforma de previsão descentralizada Augur na semana passada custou US$ 17,76 em taxas de transação.

Embora haja uma grande atualização a caminho chamada Ethereum 2.0 – uma série de atualizações de escalabilidade que ajudará a blockchain em si a processar muito mais transações usando tecnologia inteligente – as melhorias de escala reais não estarão totalmente prontas por vários anos.

“O roteiro da eth2 oferece escalabilidade e as fases anteriores da eth2 estão se aproximando rapidamente, mas a escalabilidade da camada base para aplicações está chegando apenas como a última grande fase da eth2, que ainda está a anos de distância”, disse Buterin.

Consequentemente, Buterin argumentou, é hora da camada dois. Ele aconselhou que se incline mais para os protocolos da camada 2, como rollups ZK, que essencialmente liberam espaço movendo as transações fora da cadeia.

No entanto, um grande problema permanece: usuários, aplicações Ethereum e domínios do Ethereum Name Service atualmente ocupam a camada 1 da Ethereum. Para escalar junto com a rede Ethereum, todos eles precisariam migrar para as soluções da camada 2 propostas, tornando a rede atual efetivamente inútil para aplicativos no momento, Buterin disse.

Portanto, as soluções da camada 2 podem ser o único remédio nesse ínterim. Mas mesmo essa transição será difícil e ainda demorará.

Fonte: Decrypt

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.