Vitalik Buterin falou sobre o que ele considera um dos maiores problemas da Ethereum

E não nem um problema novo

A Ethereum tem feito avanços rápidos em sua frente técnica recentemente. No entanto, dois fatores – as altas taxas de transação e as preocupações com a escalabilidade, sempre representaram um obstáculo considerável. Entretanto, Vitalik Buterin, criador da Ethereum, não atribuiu as preocupações acima mencionadas à tecnologia. Em uma conferência recente, ele disse:

“Um dos maiores problemas que encontrei em nosso projeto não são os problemas técnicos, são os problemas relacionados com as pessoas.”

Vitalik Buterin reforçou ainda que a Ethereum estava em uma posição econômica melhor agora, em comparação com quando foi lançada. A migração da Ethereum do mecanismo de consenso PoW para o protocolo PoS manteve a alt nas notícias nos últimos meses. Comentando mais sobre a Ethereum 2.0, o executivo disse:

“Na verdade, nós a chamamos de Ethereum 2.0 um pouco menos porque queremos enfatizar que, isso não significa jogar fora a plataforma Ethereum existente e fazer uma totalmente nova. É um tipo de conjunto muito mais incremental de mudanças.”

No entanto, Charles Hoskinson da Cardano compartilhou uma perspectiva contrária e afirmou que a Ethereum 2.0 acabaria matando a Ethereum 1.0.

Além disso, a fragmentação e os rollups ajudariam de forma independente a aumentar a escalabilidade da rede da Ethereum. Destacando o mesmo, Buterin confirmou que a escalabilidade da rede seria capaz de atender às expectativas de empresas de grande escala em um futuro próximo. Buterin afirmou:

“Há muitas outras coisas que as pessoas estão construindo no espaço Ethereum, mas a capacidade da blockchain de lidar com todas as transações está tendo dificuldade em acompanhar a demanda, e é exatamente por isso que todas essas coisas em que estamos trabalhando o lado da tecnologia com escalabilidade e prova de participação são muito importantes.”

As preocupações de escalabilidade da Ethereum, sem surpresa, deram espaço para o surgimento e adoção de uma série de novas blockchains, incluindo Binance Smart Chain, Solana, Polkadot e Cardano. Contudo, de acordo com Buterin, essas cadeias mais novas estavam comprometendo a descentralização.

Ele ainda afirmou que os projetos acima mencionados não eram uma ameaça para a Ethereum, mas, na verdade, essas redes enfrentariam um desafio da Ethereum. Elucidar por que o executivo afirmou que a rede Ethereum está “melhorando rapidamente”. Destacando o mesmo, ele disse:

“A longo prazo, o desafio para esses tipos de plataformas é que a própria Ethereum está melhorando, e também há esses protocolos de camada dois no topo da Ethereum que estão melhorando rapidamente.”

Fonte: AMBCrypto

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.