Volkswagen irá utilizar a tecnologia blockchain para monitorar cadeia de fornecimento de chumbo

Grupo Volkswagen irá utilizar a tecnologia para rastrear cadeias de fornecimento

Nesta terça-feira a empresa alemã Volkswagen, uma das maiores fabricantes de automóveis do mundo, anunciou em seu perfil oficial no Twitter que irá começar a utilizar a tecnologia blockchain em cadeias de fornecimento.

WeBitcoin: Volkswagen anuncia que irá utilizar a tecnologia blockchain para monitorar cadeia de suprimentos

Para garantir mais transparência e segurança na cadeia de fornecimento, a Volkswagen começou a utilizar o blockchain. A tecnologia torna possível rastrear a matéria-prima de volta ao ponto de origem por meio de certificados digitais.

Para a iniciativa, a empresa se aliou à Minespider, protocolo blockchain para o “fornecimento mineral responsável”. A tecnologia da Minespider será inicialmente utilizada para rastrear a cadeia de fornecimento do chumbo, com planos para incluir outros materiais futuramente.

“A transparência em cadeias de fornecimento é um grande problema em várias indústrias, incluindo o setor automotivo. (…) A partir de agora, a Volkswagen irá utilizar o blockchain, a tecnologia por trás de várias criptomoedas, para garantir mais transparência e segurança na cadeia de fornecimento.”, diz uma publicação no newsroom do site oficial da empresa.

De acordo com o texto, a colaboração será iniciada ainda neste mês, e o projeto piloto envolverá fornecedores e subfornecedores que entregam mais de 60% dos requisitos totais de baterias de chumbo da empresa.

Aparentemente a solução desenvolvida pela Minespider é um protocolo proprietário construído em um blockchain público, uma “arquitetura multi-layer” que garante a segurança de dados sensíveis de cadeias de fornecimento.

“A vantagem em relação a um blockchain privado é que todos – desde fornecedores e sub-fornecedores através daqueles que são diretamente responsáveis pela mineração ou reciclagem da matéria-prima – trabalham com um sistema, mesmo que várias cadeias de fornecimento estiverem envolvidas.”

Anteriormente o WeBitcoin noticiou que a startup africana Sawa Minerals pretende utilizar o blockchain na indústria de minérios para ajudar mineiros de pequena escala a obter maiores lucros por meio da eliminação de intermediários.

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli