Walmart quer usar blockchain para tornar envios ‘mais inteligentes’

Encomendas Inteligentes

Um novo registro de patentes revelou que a Walmart pretende utilizar a tecnologia de blockchain para aperfeiçoar um sistema inteligente de rastreamento de encomendas.

Em um requerimento divulgado pelo escritório de patentes e marcas dos Estados Unidos (USPTO) na quinta-feira, a Walmart apresentou detalhes sobre uma “encomenda inteligente” que contará com um dispositivo no qual registra informações sobre a encomenda na rede blockchain, suas condições ambientais, sua localização e muito mais. O documento também sugere que a encomenda inteligente poderia ser usada em conjunto com outras tecnologias emergentes, incluindo “veículos autônomos,” como os drones.

A patente foi originalmente apresentada em agosto de 2017, e está em notável consonância com outra patente apresentada pela Walmart no ano passado sobre um sistema de rastreamento por drone baseado em blockchain.

Leia mais: Visionário diz que criptomoedas tomarão 25% do mercado de moedas convencionais

Walmart tendo dificuldades com a entrega de produtos

A Walmart explica em sua patente que o mercado de compras online gerou desafios para o setor de entregas, especialmente no que se refere a produtos perecíveis que precisam de temperatura adequada, gerando assim, a necessidade de inovação.

A Walmart diz em seu requerimento:

“Os clientes online muitas vezes desejam comprar itens que necessitem de um ambiente controlado e desejam que suas encomendas estejam ainda mais protegidas nas embalagens em que são enviadas.”

O requerimento ressalta que o componente em blockchain estará criptografado no dispositivo, e possuirá endereços chave distribuídos na chain dos responsáveis pela encomenda, incluindo a função de hashing com um endereço da chave privada do vendedor, um endereço da chave privada da transportadora e um endereço da chave privada do comprador.

Além de desejar implementar a entrega por drones, a Walmart também tentou implementar a tecnologia de blockchain em outras áreas de sua empresa.

No ano passado, a Walmart se uniu à Kroger, à Nestlé e outras empresas do setor alimentício em uma parceria com a IBM para usar o blockchain com o objetivo de melhorar o rastreamento de alimentos. -Em dezembro, a empresa também apoiou uma ação parecida na China em conjunto com a JD.com.

Fonte: Coindesk.com

 

Foto de Andre Cardoso
Foto de Andre Cardoso O autor:

André , ariano, engenheiro, empreendedor, trader de criptos profissional, palestrante e professor. Adora números, gráficos e aprender coisas novas.

andre.cardoso.btc/