XRP ‘definitivamente não é um valor mobiliário’, alega Ripple

Não somos um valor mobiliário

A Ripple, startup de fintech (tecnologias do setor financeiro), está negando as afirmações de que sua criptomoeda (XRP) é um valor mobiliário em conformidade com as regulamentações americanas.

O token XRP – no qual funciona como a moeda nativa do banco de dados em consenso da Ripple (RCL) em São Francisco e como base para diversos produtos em blockchain da empresa – é atualmente a terceira maior criptomoeda do mercado, com um valor de mercado de mais de $22 bilhões de dólares.

Alguns alegam que devido ao fato da Ripple distribuir XRP ao vender as moedas – e devido à maioria dos compradores as comprarem como investimentos – ela está sujeita às mesmas regulamentações de valores mobiliários aplicadas em ações, títulos, e até mesmo em várias ofertas iniciais de moeda (ICO).

Se tais afirmações forem verdadeiras, a Ripple e outras exchanges que negociam a moeda poderão sofrer sérias consequências perante a justiça.

Leia mais: Período de consolidação chega ao fim? Bitcoin apresenta ganho de US$1000 em uma hora!

‘Tais afirmações são infundadas’

No entanto, a Ripple alega que tais afirmações são infundadas.

“Definitivamente não somos um valor mobiliário. Com base na história do direito processual, não possuímos os requerimentos necessários para sermos considerados um valor mobiliário,” disse Cory Johnson, estrategista de mercado chefe da Ripple, durante uma entrevista à CNBC.

A discussão sobre o XRP ser um valor mobiliário ressurge ocasionalmente, mas a discussão em questão surgiu após comentários feitos pelo presidente e diretor operacional da Coinbase, Asiff Hirji, em uma recente apresentação no que já pode ser chamado de “canal de notícias sobre o Bitcoin e as criptomoedas.”

No fim da entrevista, Hirji disse que a Coinbase já está listando todas as criptomoedas nas quais acreditam possuir uma certeza regulamentar. No momento, a empresa está listando quatro criptomoedas – e o XRP não é uma delas.

Ao responder a essas afirmações e também se referir as recentes reportagens de que o Ripple tentou subornar a Coinbase com incentivos, como um empréstimo de XRP sem taxas de juros para listar o token na plataforma, Johnson alegou que a exchange não citou a “incerteza regulamentar” como a razão para recusar sua oferta.

“A Coinbase nunca questionou em nossas discussões sobre listar a moeda se o XRP é ou não um valor mobiliário,” disse Johnson. “Não temos dúvidas, o XRP não é um valor mobiliário. Não atingimos os requerimentos necessários.”

Fonte: CCN.com