XRP: Cofundador da Ripple, Jed McCaleb terminou de despejar 20 bilhões de tokens XRP no mercado

XRP: Cofundador da Ripple, Jed McCaleb terminou de despejar 20 bilhões de tokens XRP no mercado

No que parecia uma onda de despejo sem fim, a carteira associada ao executivo finalmente terminou de liberar todo o XRP.

Jed McCaleb, cofundador da Ripple, completou sua última transferência de 1,1 milhão de XRP (no valor de mais de US$ 394 mil) em 17 de julho. O ex-executivo está despejando suas participações há quase oito anos e possuía 20 bilhões de tokens. As informações são do site CryptoPotato.

A execução de sua última transferência marcou o fim de uma onda de despejo de bilhões de dólares que começou em 2014 depois que ele deixou a Ripple Labs após uma briga com seus colegas cofundadores e passou a cofundar a Stellar Development.

A quantidade de fundos XRP despejados por McCaleb representa mais de 18% da oferta total em circulação da criptomoeda.

McCaleb, juntamente com o atual CEO Brad Garlinghouse e Chris Larsen, recebeu uma parte de 20 bilhões de tokens XRP.

O trio concordou com o bloqueio das participações de nove bilhões de XRP de McCaleb devido a preocupações com queda de preços em caso de venda imediata.

De acordo com o acordo, McCaleb foi impedido de vender mais de US$ 10.000 em XRP por semana.

Esse limite foi então aumentado para US$ 20.000 por semana nos três anos até 2017.

O acordo foi novamente alterado para se aplicar ao número total de moedas, impondo um limite anual de 1 bilhão de tokens durante o período de 2018-19, seguido por 2 bilhões nos anos seguintes.

A carteira “tacostand” de McCaleb agora foi listada como uma transação “ACCOUNT DELETE”, o que significa que será excluída do XRP Ledger.

O mais recente desenvolvimento ocorre um dia depois de uma peça de sátira do “The Crypto Town Crier” dizer que McCaleb manterá seus últimos 5 milhões de XRP “apenas em caso de lua”.

O artigo dizia que o ex-CTO da Ripple “acordou suando frio na noite de quinta-feira e percebeu que simplesmente não podia deixar a última de suas participações”.

A peça de sátira levou muitos a acreditar que era, de fato, verdade.

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.