Yuan digital e e-Krona: as revoluções digitais da China e da Suécia

China e Suécia estão atualmente engajados em uma corrida decididamente peculiar: a de lançar a primeira moeda estatal digital, apresentando o yuan digital e a e-krona

Ambos foram dois dos tópicos mais comentados deste decididamente surpreendente 2020 para a indústria de criptomoedas. Eles têm uma característica comum: eles ainda não viram a luz do dia, embora estejam em fases de teste avançadas. 2021 pode ser o ano de seu lançamento e, seja como for, será algo que pode mudar o setor financeiro e de criptomoedas.

Yuan digital, onde estamos?

Vamos começar dizendo que o que chamamos de Digital Yuan deveria na verdade ser chamado de DC / EP , uma sigla que significa Digital Currency Electronic Payment (Pagamento eletrônico em moeda digital) . É uma “criptomoeda” que será emitida diretamente pelo banco central chinês (PBoC, Banco Popular da China), servirá principalmente como meio de pagamento. Não é uma criptomoeda real, mas sim uma moeda digital. As criptomoedas, na verdade, por definição, são pseudo-anônimas e descentralizadas, ou seja, sem uma entidade que as controle. O yuan digital , ao contrário, é emitido por uma entidade central que pode rastrear movimentos e transações, apresentando um sério problema: a privacidade dos usuários.

De qualquer forma, a China o está testando com o objetivo de digitalizar o sistema de pagamentos, além de atingir o chamado sem conta bancária.

Os testes estão em estágio avançado. Basta lembrar que no passado dia 13 de dezembro, na cidade de Suzhou , foi realizado um sorteio especial de yuan digital para promover as compras no site de comércio eletrônico JD.com e nas lojas físicas. Isso resultou em até 20.000 transações.

Rumores sugerem que a moeda digital chinesa se tornará global. Em Hong Kong, de fato, estão em andamento testes para experimentar a moeda digital chinesa para pagamentos internacionais. Seria a primeira vez que o yuan digital cruzaria as fronteiras da China.

Isso poderia levar a moeda digital chinesa a competir diretamente com outras moedas fiduciárias para pagamentos internacionais. O dólar e o euro estão sendo advertidos.

A e-krona Sueca

A resposta europeia ao yuan digital chinês é a e-Krona sueca, emitida pelo Riksbank . Também neste caso, os testes estão em andamento, mas há muito mais do que isso. De acordo com a Bloomberg , a Suécia gostaria de migrar para as moedas digitais, tornando-se uma sociedade sem dinheiro.

O empreendimento sueco provavelmente infectará a União Europeia. Na verdade, a Suécia manteve sua moeda, a coroa, apesar de fazer parte da União Europeia. E na Europa há livre circulação de capitais, o que significa que a futura e-krona poderia ser usada por todos os estados membros da UE. A resposta europeia poderia ser o euro digital, embora este seja apenas um conceito teórico no momento.

O certo é que, quando o yuan e a e-krona digitais saírem da fase de testes e forem oficialmente lançados, os Bancos Centrais do mundo terão que tomar nota e agir de acordo.

Fonte: Cryptonomist

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno.Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_