Yuan em queda: Guerra comercial de Trump pode levar investidores chineses ao Bitcoin

Yuan chinês segue em queda, enquanto Bitcoin se torna alternativa

À medida que o yuan chinês cai em valor devido a fatores como a guerra comercial em curso com os EUA, há sinais de que os habitantes locais estão cada vez mais transferindo fundos para o Bitcoin.

De acordo com uma análise da Bloomberg sobre os preços em mais de 30 dias, a correlação negativa entre o yuan e o Bitcoin caiu para um recorde nos últimos sete dias.

Embora anteriormente o governo chinês tenha procurado manter o valor de sua moeda nacional acima de 7 CNY em relação ao dólar, no mês passado o yuan foi permitido cair abaixo desse nível, caindo para o menor nível em 10 anos. A ação foi em resposta às ameaças do presidente dos EUA, Donald Trump, no início de agosto, de impor uma tarifa de 10% às importações chinesas.

O fato de a queda no valor do yuan estar causando uma fuga dos investidores chineses é apoiado por dados de exchanges. A Bloomberg conversou com o Dr. Garrick Hileman, diretor de pesquisa Blockchain, que disse que o preço do Bitcoin em bolsas como Huobi, que atendem mais aos traders chineses, estão sendo negociados de forma premium.

A correlação inversa entre Bitcoin e yuan também aumentou em abril e maio “à medida que as tensões aumentavam com a deterioração das relações comerciais EUA-China”, disse Hileman.

O relatório é apresentado conforme novos detalhes surgem sobre a nova moeda digital nacional da China. O recentemente nomeado chefe da divisão de moeda digital do Banco Popular da China disse que o próximo yuan digital terá recursos não oferecidos pela Libra do Facebook. Você pode ler mais sobre isso clicando aqui.

*Imagem de moerschy por Pixabay

Fonte: coindesk

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.