Bitcoin desvaloriza US$ 700 diante do medo de uma segunda onda de COVID-19

O mercado cripto, Wall Street e ouro, perderam parte significativa de valor após o aumento de casos confirmados de COVID-19 e mais restrições na Europa.

A capitalização de mercado de criptomoedas perdeu cerca de US$ 18 bilhões em valor desde ontem. Bitcoin despencou cerca de US$ 700 para US$ 10.300, enquanto as altcoins pioraram com algumas quedas vigorosas de dois dígitos.

Queda do Bitcoin

Há poucos dias, o Bitcoin tentou superar o nível psicológico de US$ 11.000 em duas ocasiões. No entanto, o ativo não teve sucesso em nenhum dos dois e continuou sendo negociado abaixo de US$ 11.000.

Ontem, porém, a situação piorou rapidamente quando o BTC começou a cair de cerca de US$ 10.990 para sua mínima diária de US$ 10.296 (na Binance). Desde então, o Bitcoin se recuperou ligeiramente e atualmente é negociado em torno de US$ 10.380, o que ainda representa uma queda de 5% em uma escala de 24 horas.

bitcoin covid-19

Os desenvolvimentos adversos do Bitcoin assemelham-se aos de outros mercados financeiros. O preço do ouro passou de sua alta diária de US$ 1.960 por onça para cerca de US$ 1.880 em questão de horas também. O metal precioso também recuperou algum terreno desde então e é comercializado acima de US$ 1.900.

Os três índices do mercado de ações de Wall Street mais proeminentes também começaram o pregão de ontem com quedas significativas e fecharam no vermelho. Os movimentos seguiram a queda das ações europeias sobre a possibilidade de implementação de restrições mais severas devido ao aumento de casos confirmados de COVID-19.

Altcoins sangrando

Como normalmente acontece após uma forte queda nos preços do Bitcoin, a maioria das altcoins seguiram o exemplo. Ethereum caiu 10% desde ontem para US$ 336. Ripple (-6%) luta para ficar acima de US$ 0,23.

Polkadot (-15%) e Binance Coin (-12%) são os perdedores mais substanciais entre as 10 primeiras. Bitcoin Cash (-7%), Chainlink (-9%), Crypto.com Coin (-5,5%) e Litecoin (-9%) também estão em queda.

Conforme visto no gráfico acima, o vermelho domina todo o mercado. Dos valores de capitalização mais baixos, o Uniswap lidera com uma queda de 30% e o UNI é negociado a US$ 3,8. Há poucos dias, o token de governança recém-lançado da Uniswap custava US$ 7.

Elrond segue com uma redução de 21%. NEO (-21%), Aragon (-20%), HedgeTrade (-18%), SushiSwap (-22%), Arweave (-18%), Kusama (-18%), Ren (-15%), e Balancer (-16,5%) são alguns dos tokens que despencam em porcentagens de dois dígitos.

No total, a capitalização de mercado cripto caiu do pico de ontem de US$ 349 bilhões para cerca de US$ 328,5 bilhões no momento de escrever estas linhas.

Fonte: cryptopotato

Foto de Bruno Lugarini
Foto de Bruno Lugarini O autor:

Estudante de Sistema da Informação, técnico de informática, apaixonado por tecnologia, entusiasta das criptomoedas e Nerd.