Kim Kardashian é processada por investidores cripto

EthereumMax
Kim Kardashian, Floyd Mayweather e Paul Pierce estão sendo processados por investidores cripto, devido a EthereumMax – Imagem: Finance Time

A bilionária, Kim Kardashian, havia lançado o token EthereumMax, “que não tem nenhuma utilidade” e agora esta seno processada

Lembre-se do EthereumMax, aquela criptomoeda brevemente vendida por um punhado de celebridades e atletas ricos? Bem, pelo menos nove dessas celebridades estão processando a bilionária em uma ação coletiva, conforme divulgado por Decrypt.

A socialite bilionária, Kim Kardashian, ainda está lutando contra o processo, que a acusa de promover o token “pump and dump”. Na sexta-feira (29), seus advogados entraram com uma moção no tribunal distrital da Califórnia, para tentar indeferir a queixa contra ela.

Vários investidores processaram a Kim Kardashian, o boxeador Floyd Mayweather e o ex-astro do basquete Paul Pierce em janeiro, por supostamente promover o token.

Os demandantes sofreram “perdas de investimento” e a culpa por ter falado sobre o EthereumMax nas mídias sociais, de acordo com o processo.

EthereumMax, ou EMAX, era um token desconhecido até que as celebridades o promoveram. (Floyd Mayweather o promoveu em uma camiseta durante uma conferência de Bitcoin maximalista em Miami em junho de 2021). A cripto EMAX é executada na rede Ethereum, mas parece não ter nenhuma utilidade. No momento, está sendo negociado por US$ 0,000000004702, surpreendentemente baixo do seu preço de lançamento, de acordo com o CoinMarketCap.

De acordo com o processo, os demandantes investiram dinheiro depois de “ver vários endossos de celebridades ao EMAX”.

A defesa da Kim Kardashian, argumentou que os compradores do token estão confiando apenas em duas de suas postagens no Instagram, e nessas postagens, a celebridade não deu conselhos de investimento, segundo afirmação dela.

O documento também diz que os compradores do token não especificaram que viram as postagens de Kim Kardashian com antecedência ou que compraram os tokens EMAX por causa das postagens.

“Crucialmente, nenhum autor nomeado alega que de fato viu qualquer uma das postagens do Instagram antes de comprar tokens durante o período relevante”, diz o documento.

Kim Kardashian compartilhou no ano passado com seus 228 milhões de seguidores (ela agora tem 327 milhões de seguidores, tornando-a uma das usuárias mais seguidas da plataforma) “um grande anúncio” através de uma história onde ela falou sobre a token EMAX.

Ela também disse no post que “não era um conselho financeiro”, algo que pode ou não a vir socorrê-la: “Além disso, plataformas como Instagram e Twitter estão carregadas de exageros e exageros, de modo que os consumidores comuns devem saber, eles não são fontes confiáveis ​​de aconselhamento financeiro”, acrescentou o documento de sexta-feira.

Foto de Washington Leite
Foto de Washington Leite O autor:

Formado em Administração de Empresas, sou entusiasta da tecnologia e fascinado pelo mundo das criptomoedas, me aventuro no mundo do trade, sendo um eterno aluno. Bitcoin: The money of the future

WashingtonLeite_