A Chainlink (LINK) acabou de entrar na lista de ofertas da Grayscale Investments?

“LINKies” se unem

Alguém configurou um produto Chainlink (LINK) sob o pretexto de uma oferta de investimentos da Grayscale no mês passado, mostraram documentos do diretório de empresas Bizapedia. Nem Grayscale ou Chainlink fizeram qualquer comentário, mas dado o rápido crescimento da LINK e seu crescente caso de uso no ano passado, um produto ‘Grayscale Chainlink Trust’ pode não ser uma ideia tão rebuscada.

A notícia, no entanto, ajudou os “Chainlink marines” a se atualizarem com as notícias, e com razão.

https://twitter.com/ChainLinkGod/status/1352321928959168521?ref_src=twsrc%5Etfw

“Grayscale Chainlink Trust (LINK)

 

Arquivado em 18 de dezembro de 2020 como um Delaware Domestic Statutory Trust

 

É real ou apenas um larp elaborado? Só o tempo dirá.”

Chainlink é o maior serviço oracle do mundo. Oracles são ferramentas de terceiros que buscam dados de fora de uma blockchain para dentro dela, pois as blockchains são um meio de armazenamento blindado de imutabilidade, mas não podem verificar a qualidade dos dados que entram nelas.

Isso significa que dados ruins podem se registrar na blockchain, causando uma série de problemas e milhões de dólares em perdas. A Chainlink ajuda a evitar isso, além de ser capaz de ser um sistema de pagamento eficiente.

De acordo com a página DeFi da CryptoSlate, a Chainlink tem uma capitalização de mercado atual de mais de $ 8,4 bilhões e atualmente é negociada a $ 20,6, testemunhando um ganho de 6% no preço depois de sofrer uma liquidação mais ampla no mercado de criptomoedas ontem.

Chainlink e Grayscale

A Grayscale é a maior gerenciadora de ativos de criptomoedas e plataforma de investimento do mundo. Ela detém mais de $ 25,5 bilhões em várias criptomoedas (principalmente Bitcoin) em nove “trusts”. Seus produtos são algumas das únicas ofertas de criptomoedas regulamentadas a serem negociadas nos mercados públicos dos Estados Unidos.

Os produtos da Grayscale funcionam da seguinte maneira: o gerente de ativos se une a um custodiante (como a Coinbase) para manter uma certa quantidade de criptomoeda vinculada a essa parcela de “trust”. Os investidores podem então subscrever (com um lock-in de seis meses) ou comprar essas ações no mercado aberto.

Os investidores ganham dinheiro com o crescimento de suas participações. À medida que o valor da criptomoeda subjacente aumenta, o preço da ação trust aumenta. E para o serviço legalmente compatível, a Grayscale cobra um prêmio considerável na faixa de 10% a até 200%.

Um trust Chainlink funcionaria de maneira semelhante. A Grayscale deteria uma quantia fixa de LINK por ação, e os investidores credenciados poderiam comprá-la por meio de corretores OTC regulamentados nos EUA.

Fonte: Cryptoslate

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.