Binance lança cartão de débito em toda a Europa

O cartão Binance pode ser usado para transações com criptomoedas em mais de 60 milhões de locais de varejo, sem custos de manutenção e um esquema cashback

A cripto exchange Binance disse na quarta-feira que seu cartão Binance Visa já está disponível para uso em todo o Espaço Econômico Europeu, de acordo com um comunicado. O lançamento foi inicialmente anunciado em julho deste ano.

Os cartões cripto permitem que os usuários pré-carreguem suas contas usando criptomoedas compatíveis, que são então convertidas em fiduciárias e deduzidas do saldo durante o pagamento em um local de varejo. No caso da Binance, o dinheiro é retirado diretamente da conta de negociação do usuário.

“Apoiado pela Swipe, funciona como seu cartão de débito tradicional. Mas, em vez de fiat, você terá ativos digitais, como BTC, BNB, SXP e BUSD. Seu cartão está vinculado a uma carteira de cartão em sua conta e você pode reabastecer essa carteira com fundos armazenados em sua carteira Spot ”, explicou a Binance no comunicado.

Os cartões são emitidos pela Swipe, empresa cripto que a Binance adquiriu em julho no início deste ano, e operam na rede de pagamentos do processador de pagamentos internacional Visa. Isso permite que os usuários usem seus cartões em mais de 60 milhões de locais de varejo em todo o mundo, ou em qualquer empresa que tenha um sinal de “aceita Visa”.

O cartão também pode ser vinculado ao Google Pay e Samsung Pay – os aplicativos de pagamento digital nativos gerenciados pelos dois gigantes da tecnologia.

Além da narrativa “cryptopunk” de evitar bancos tradicionais, o cartão apresenta benefícios como taxas de transação zero, taxas de manutenção e um sistema de fidelidade que fornece cashback de até 7% com base nas participações de um usuário no BNB, token nativo da Binance, mencionou o anúncio.

Para obter os 7% completos, no entanto, o usuário deve possuir US$ 160.000 do BNB nas taxas atuais. Mesmo para obter 2%, eles precisam manter pelo menos $ 270. Nada mal para as baleias BNB, então.

Fonte: Decrypt

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.