China planeja diferenciar NFTs de criptomoedas

A China está prestes a estabelecer uma indústria de NFTs que operará sem envolvimento com criptomoedas

China planeja diferenciar NFTs de criptomoedas

A China está prestes a fazer um movimento maciço com tokens não fungíveis (NFTs) traçando uma linha clara entre eles e as criptomoedas. A Blockchain Services Network (BSN), apoiada pelo estado da China, já está trabalhando na infraestrutura para apoiar a implantação de NFTs.

De acordo com um South China Morning Post , o BSN apresentará a infraestrutura até o final do mês para apoiar empresas e pessoas. Geralmente, o desenvolvimento permitirá que o povo da China construa plataformas e aplicativos para gerenciar NFT.

A China está prestes a estabelecer uma indústria de NFT que operará sem envolvimento com criptomoedas. O executivo-chefe da Red Date Technology, que dá suporte técnico ao BSN, He Yifan, garantiu que os NFTs “não têm problemas legais” na China. Yifan disse que os NFTs estão livres de problemas legais desde que não tenham nada a ver com Bitcoin ou outros criptoativos.

O executivo disse que a infraestrutura utilizaria uma blockchain aberta e autorizada para permitir um órgão de governo na cadeia.

NFTs sim, criptomoedas não

De acordo com o relatório, o projeto é oficialmente o Certificado Digital Distribuído BSN (BSN-DDC). E os usuários podem usar o yuan chinês para fazer pagamentos.

Normalmente, o lançamento e a negociação de NFTs acontecem em blockchains públicas. Essas blockchains são descentralizadas e dão acesso a pessoas que desejam escrever ou ler dados. No entanto, blockchains públicas, onde NFTs são lançados, são ilegais na China. No país, todos os sistemas de internet são para verificar as identidades dos usuários. O estado também exige que os sistemas de internet dêem acesso ao regulador para intervir em caso de “atividades ilegais”.

Yifan rdisse que as blockchains públicas não poderiam operar legalmente na China. Portanto, ele opinou a necessidade desesperada de uma infraestrutura confiável e de baixo custo para abrigar todos os NFTs na China. Ele acrescentou que a falta de infraestrutura NFT nacional dedicada, significaria apenas que os NFTs serão lançados em blockchains privadas “não confiáveis” no país.

Yifan disse:

“Vamos fornecer serviços para empresas de NFT em Hong Kong, o que significa que, se houver algum negócio internacional envolvendo a emissão de NFTs dentro da China, eles definitivamente podem optar por usar a rede BSN-DDC através do nosso gateway de Hong Kong.”

Ele acrescentou que a infraestrutura integraria 10 redes, incluindo a versão adaptada do Ethereum. Alegadamente, o BSN-DDC tem o potencial de interromper a atual indústria de NFT. Antes de seu lançamento oficial, a infraestrutura atraiu mais de 20 parceiros. Os parceiros incluem o provedor de serviços de vídeo Sumavision, a rede blockchain Cosmos e a fabricante de sistemas de recebimento digital Baiwang.

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8