Cryptopia faz leilão online de ativos físicos

Data de pagamento de credores ainda é desconhecida

Primeira exchange a ser hackeada em 2019, a Cryptopia, sem dúvida, lidou com a situação de um jeito pior do que a maioria das empresas do setor, deixando os clientes no limbo durante semanas, enquanto os responsáveis tinham dificuldade para identificar o que estava errado. Como parte do plano de pagamento aos credores, a Skylarc, firma neozelandesa especializada em leilão online, foi incumbida de vender muitos dos ativos físicos da Cryptopia. Os lances começam em US$ 1, com o encerramento do leilão em 20 de outubro de 2019.

A Cryptopia ainda não divulgou exatamente como suas carteiras foram comprometidas, nem os responsáveis ​​por trás da plataforma esclareceram quanto foi roubado ou como eles planejam reembolsar as partes afetadas. No entanto, de acordo com a empresa de análise de blockchain Elementus, cerca de US$ 16 milhões em criptomoedas foram roubados das carteiras quentes da exchange da Nova Zelândia.

Mais recentemente, de acordo com um relatório divulgado pelo liquidatário da Cryptopia, Grant Thornton, a exchange ainda deve a seus credores um total de US$ 4,22 milhões. Embora os liquidatários tenham sido capazes de recuperar pelo menos alguns dos ativos digitais roubados, o valor exato permanece não revelado.

Sobre o leilão online

O leilão online de ativos físicos da Cryptopia engloba dezenas de itens, sendo grande parte composta por servidores, workstations, laptops e desktops. Também constam da lista uma variedade de artigos que não são de tecnologia, incluindo uma academia de ginástica inteira, com uma variedade de aparelhos de musculação, pesos e racks, além de equipamentos de escritório em geral, como cadeiras e mesas.

De acordo com a Skylarc, o leilão online inclui “mais de 800 lotes de laptops e PCs novos, alguns ainda nas caixas, racks para servidores e infraestrutura associada [..] e muito mais!”. No entanto, em vez de vender o estoque como um único lote, parece que a empresa listou as peças como itens individuais no Trade Me, o maior site de leilões na internet da Nova Zelândia.

Com base na lista de itens fornecida no site, parece que a Cryptopia provavelmente ficará aquém dos US$ 4,22 milhões devidos aos credores. No entanto, tudo leva a crer que qualquer criptomoeda mantida pela exchange será vendida em um leilão separado.

* Imagem de Gerd Altmann por Pixabay
Fonte: BeInCrypto

Foto de Simone Gondim
Foto de Simone Gondim O autor:

Jornalista, revisora e roteirista, apaixonada por tecnologia e especializada em conteúdo.

https://www.instagram.com