E se você tivesse comprado US $ 10 mil em Bitcoin há 10 anos?

A pesquisa de Askren

Ben Askren é um lutador olímpico americano e também é um profissional de artes marciais. O mais interessante é que ele é um entusiasta do Bitcoin. E em 28 de setembro, ele fez uma pesquisa no Twitter, fazendo uma pergunta interessante.

Askren perguntou a seus seguidores se eles tivessem US $ 10.000 que não pudessem ser tocados por 10 anos. Em que forma eles prefeririam recebê-lo? Bitcoin, ouro ou títulos do Tesouro dos EUA?

Como você pode ver pelos resultados acima, a pesquisa atraiu muitas respostas com quase 65 mil pessoas participando. Foi uma batalha fechada entre Bitcoin e ouro (50% e 41%, respectivamente).

Poucas pessoas foram com a ideia de títulos do Tesouro dos EUA. Mas talvez seja porque a maioria dos fãs de wrestling ou Bitcoin pode não ter a primeira ideia do que fazer com eles.

É interessante que a pesquisa seja dividida no meio entre as pessoas que optam pelo recurso de refúgio tradicional e aquelas que entendem o valor do Bitcoin. Parece que os seguidores de Askren são dois tipos muito diferentes de pessoas.

Um deles twittou que a opção mais segura seria obviamente o ouro. Afinal, ele racionalizou que o Bitcoin poderia subir e descer em 10 anos:

Outros, é claro, eram diabolicamente pró-BTC:

Ouro, Bitcoin ou títulos do Tesouro dos EUA?

Como você está lendo isso, podemos considerar como seria sua resposta. Mas, caso você duvide de si mesmo diante do declínio do preço do BTC e de uma resposta negativa à Bakkt, Askren twittou esse boato incrédulo adicional de informações:

Se você tivesse feito o mesmo há cerca de 10 anos, seu Bitcoin agora valeria US $ 26 bilhões. O ouro? Bem, um aumento considerável de 50%. Agora você poderia ter US $ 15.000 …

Se isso não provar mais uma vez a superioridade do Bitcoin como veículo de investimento a longo prazo sobre o ouro, nada provará.

Imagem de Arek Socha por Pixabay

Fonte: Bitcoinist

Foto de Bruno Lugarini
Foto de Bruno Lugarini O autor:

Estudante de Sistema da Informação, técnico de informática, apaixonado por tecnologia, entusiasta das criptomoedas e Nerd.