HSBC utiliza o blockchain da R3 Corda para transacionar Carta de Crédito entre Austrália e China

HSBC faz uso do blockchain

O banco global britânico HSBC anunciou que fez uso da plataforma Voltron de trade finance do blockchain da R3 Corda para realizar uma transação de Carta de Crétido entre a Austrália e a China.

De acordo com o The Paypers, a empresa rural australiana Fox & Lillie enviou uma remessa de lã para a SDIC International Trade, empresa envolvida no comércio internacional de commodities comercializadas a granel situada na cidade de Nanjing, China.

O processo utilizou a plataforma blockchain do Voltron, que é formado por um consórcio de oito bancos que impulsiona a tecnologia da R3 Corda para digitalizar o processo de Cartas de Crédito com o benefício de reduzir tanto o tempo quanto o custo do processamento.

Os bancos que fazem parte do consórcio atualmente são o HSBC, Bangkok Bank, ING, NatWest, CTBC Holding, BNP Paribas, Standard Chartered e SEB. O grupo busca expandir o número de participantes, procurando outros bancos para se envolverem no consórcio.

Além do Voltron, o HSBC também é membro da we.trade, rede de finanças comerciais de conta aberta inicialmente focada em PMEs. Participa ainda da iniciativa eTradeConnect em Hong Kong.

A subsidiária chinesa do banco se tornou membro de uma iniciativa doméstica de financiamento comercial orquestrada pela Associação Chinesa de Bancos.

Em fevereiro o WeBitcoin noticiou que Mark Williamson, CEO de FX e gestão de risco do HSBC, afirmou que a tecnologia blockchain ajudou a reduzir custos de operação, saindo 25% mais barato que o custo dos métodos tradicionais.

FONTE: THE PAYPERS

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli