Japão poderá regulamentar empresas sem registro envolvidas com investimento em criptomoedas

A  medida visa prevenir golpes

De acordo com a mídia local, a FSA (Agência de Serviços Financeiros) japonesa está considerando regulamentar empresas não registradas que estão envolvidas com investimentos em criptomoedas.

Aparentemente a iniciativa é uma tentativa de preencher uma lacuna na estrutura regulatória do país. Atualmente, empresas que não possuem registro e coletam capital em criptomoedas estão localizadas em uma zona cinzenta. Tal situação ocorre pois o setor não está sob os cuidados das autoridades de Instrumentos Financeiros do Japão, que proíbe companhias não registradas de captar fundos de investimento em dinheiro (mas não menciona criptoativos).

A necessidade de trazer tais empresas para a área regulamentada se tornou explícita após a descoberta de um esquema de pirâmide em 2018, que coletou em torno de US$69 milhões, fazendo mais de 6 mil vítimas em 44 cidades, incluindo Tóquio.

De acordo com os culpados pelo golpe, foram solicitadas quantias em criptomoedas na tentativa de evitar a regulamentação das operações.

Agora, com a nova proposta, a FSA busca evitar ocorrências similares.

FONTE: COINTELEGRAPH