JPMorgan espera que o Bitcoin suba 28%

JPMorgan espera que o Bitcoin suba 28%
Sede do JPMorgan em New York. Imagem: Reprodução.

Com sede em New York, o JPMorgan é uma instituição líder mundial em serviços financeiros

Conforme apurado pelo site especializado Business Insider, o JPMorgan disse que o preço justo do Bitcoin é 28% maior do que o seu nível atual, o que implica uma “vantagem significativa a partir daqui” após uma dramática venda de criptomoedas.

O banco disse em nota na quarta-feira que as criptomoedas ultrapassaram o setor imobiliário como um de seus “ativos alternativos” preferidos – ativos que não se enquadram em categorias típicas, como ações e títulos.

Ele disse que estava mantendo sua visão de que US$ 38.000 era um preço justo para o Bitcoin. Esse número foi 28% maior que o nível de US$ 29.722 do BTC na manhã de quarta-feira.

“A correção do mercado de criptomoedas do mês passado parece mais uma capitulação em relação a janeiro/fevereiro passado e, daqui para frente, vemos uma vantagem para os mercados de Bitcoin e cripto em geral”, escreveram os estrategistas do banco, incluindo Nikolaos Panigirtzoglou, na nota.

As criptomoedas caíram em 2022, com o aumento da inflação e das taxas de juros, a guerra na Ucrânia e uma desaceleração na China fazendo com que os investidores abandonassem ativos considerados arriscados.

O Bitcoin caiu cerca de 37% no ano, enquanto o Ethereum caiu cerca de 48%. O valor total de mercado de todas as criptomoedas caiu de cerca de US$ 3 trilhões em novembro para US$ 1,3 trilhão em maio.

Mas o JPMorgan disse que a venda prejudicou as criptomoedas mais do que outros investimentos alternativos, como private equity, dívida privada e imóveis. Isso sugere que há mais espaço para as criptomoedas se recuperarem, disseram estrategistas na nota.

“Assim, substituímos imóveis por ativos digitais como nossa classe de ativos alternativos preferidos, juntamente com fundos de hedge”, escreveram eles.

O colapso dramático da stablecoin TerraUSD e da criptomoeda Luna azedou o sentimento entre muitos investidores de criptomoedas, disseram os estrategistas. Mas eles acrescentaram que até agora havia poucos sinais de que o financiamento de capital de risco em criptomoedas estava secando.

O banco de investimento ainda disse que agora está menos interessado em investimentos alternativos, mudando-os para uma classificação anterior de “overweight” para “underweight”.

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.