Lark Davis: Shiba Inu não vai para US$ 0,01

De acordo com o cripto investidor Lark Davis, o preço do Shiba Inu não está indo para US $ 1 ou 1 centavo.

Davis tem quase 600.000 seguidores no Twitter e um canal no YouTube com mais de 400.000 assinantes, o que o torna uma fonte popular de informações no mundo das criptomoedas.

Shiba Inu (SHIB) acaba de registrar seu novo recorde de 0,048 milésimos de dólar e, na verdade, ainda está longe de ser um centavo .

Expresso em centavos, seu preço atual seria 0,0048, ou menos de 1% de um centavo. Para valer um centavo, o preço teria que subir 208 vezes em relação à alta de hoje.

Embora o preço da SHIB já tenha subido 552.292 vezes nos últimos 12 meses, tomando como referência os valores do início de maio, o preço atual está 30 vezes mais alto, por isso é difícil imaginar que no curto ou médio prazo poderia aumentar 208 vezes.

Se tomarmos US$ 1 como referência, ela deverá aumentar 28.000 vezes, ou seja, muito mais.

Dogecoin como Shiba Inu.

Um argumento semelhante poderia ser feito para Dogecoin, do qual Shiba Inu gostaria de ser uma rival direta.

Dogecoin ultrapassou a marca de 1 centavo no final de janeiro, valendo 0,26 centavos um ano atrás. Nos últimos meses, seu preço aumentou 100 vezes, de modo que agora vale quase 27 centavos.

Para Dogecoin, o benchmark é de US$ 1, e seu preço mais alto, atingido em 8 de maio, foi cerca de US $ 0,7, ou 70 centavos.

Portanto, é mais provável que DOGE alcance 1 dólar, do que SHIB alcance 1 centavo de dólar. Além disso, o fato de que durante 2021 o preço da DOGE atingiu no máximo x175, torna realmente difícil imaginar a SHIB fazendo mais x208, depois de já ter feito x30.

Em ambos os casos, os maiores acréscimos percentuais ocorreram entre janeiro e maio e resultam de um contexto e de um cenário difícil de se repetir, principalmente pelo passado. Esses saltos agora parecem realmente pertencer a um passado que pode nunca acontecer novamente, para esses dois tokens.

Além disso, no passado, outras altcoins já haviam registrado tais saltos e, frequentemente, nesses casos, esses aumentos grandes e rápidos eram seguidos por declínios retumbantes ou longos períodos de baixa.

Por exemplo, em 2017, o preço da DOGE subiu de 0,003 centavos para mais de 1,6 centavos em janeiro de 2018, mas caiu para 0,2 centavos no final do ano. O preço então permaneceu consistentemente em torno desses níveis até o final de 2020.

 

 

Fonte: Cryptonomist

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8