Arthur Hayes espera que a Ethereum atinja US$ 5.000 até março de 2023

Arthur Hayes espera que a Ethereum atinja US$ 5.000 até março de 2023

Sua previsão é baseada em dois critérios: um “pivot” do banco central e uma fusão bem-sucedida do Ethereum.

O ex-CEO da BitMEX, Arthur Hayes, diz que espera que o Ethereum atinja US$ 5.000 até o final do primeiro trimestre de 2023.

Sua estimativa é baseada em uma expectativa dupla de que o Federal Reserve vai ‘fazer o pivot’ e que a atualização Merge será bem-sucedida – ambos aumentarão o preço da segunda maior criptomoeda. As informações são do site CryptoPotato.

Dólar inflacionário, ETH deflacionário

Como o cofundador explicou em sua última postagem no blog, o Ethereum provavelmente renderá um retorno maior que o Bitcoin no restante de 2022.

Embora um pivot do Fed provavelmente tenha um efeito de alta em todos os preços dos ativos, a fusão representa um evento específico do Ethereum que, em sua opinião, “terá um impacto incrivelmente poderoso no preço do ETH”.

A fusão é uma atualização do Ethereum há muito aguardada que fará a transição do mecanismo de consenso da rede de prova de trabalho para prova de participação. Isso significa que os mineradores de Ethereum se tornarão obsoletos, enquanto os detentores da criptomoeda poderão obter rendimento fazendo staking de suas participações.

Embora o objetivo principal da atualização seja aumentar a eficiência energética do Ethereum, também se espera que reduza a taxa de emissão de ETH em 90%. Combinado com um ecossistema crescente de usuários constantemente queimando ETH por meio de taxas de transação, Hayes acredita que a própria atualização “elevará o preço do Ethereum exponencialmente”.

A fusão sofreu atrasos devido a complicações técnicas por anos, mas os desenvolvedores agora estão confiantes de que ocorrerá até 19 de setembro.

Hayes também acredita que desta vez é real, já que os mineradores de Ethereum estão realmente começando a ficar preocupados com sua realidade. De fato, o ex-CEO afirmou ter entrado em contato com vários membros da comunidade chinesa de mineração de Ethereum que planejam orquestrar um hard fork que continue usando prova de trabalho.

“Os mineradores não embarcariam nessa jornada e gastariam valioso capital político dentro da comunidade se não acreditassem que a fusão aconteceria dentro do cronograma (ish)”, argumentou.

“Pivot” do Fed

O Federal Reserve seguiu uma política monetária agressiva por meses em uma tentativa de controlar a inflação recorde do IPC. Sua ação contribuiu amplamente para uma liquidação nos mercados de ações e criptomoedas.

Hayes acredita que o Fed provavelmente reverterá essa tendência dentro de alguns meses e retornará à impressão de dinheiro para proteger a saúde da economia.

Apesar do baixo desemprego, a economia já entrou em recessão devido a dois trimestres consecutivos de crescimento negativo do PIB. Além disso, os americanos se tornaram ainda mais pessimistas sobre o estado da economia do que durante a pandemia de covid.

“Combater a inflação requer aumentar o PREÇO do dinheiro (USD) e diminuir a QUANTIDADE do dinheiro”, explicou. “A receita para uma economia americana “saudável” requer exatamente o oposto.”

Hayes argumentou em um post anterior no blog que os EUA também precisariam enfraquecer sua moeda em relação ao euro e ao iene para proteger a economia internacional.

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.