Citibank apresenta seu “argumento positivo” para o Bitcoin, mas também alerta para os riscos

Oportunidade e riscos

Analistas do Citibank disseram que o Bitcoin está prestes a se tornar a “moeda de escolha” do mundo para o comércio global e que o ativo atingiu seu “ponto de inflexão”, de acordo com um relatório de pesquisa para clientes na segunda-feira.

O Citibank divulgou um relatório de 106 páginas sobre #Bitcoin.

 

Os atributos do BTC “podem estimulá-lo a se tornar a moeda escolhida para o comércio internacional… O Bitcoin está em um ponto crítico e podemos estar no início de uma transformação massiva da criptomoeda no mercado”.

Isso ocorre depois que os bancos (entre muitos outros) recuam quando se trata de apoiar o Bitcoin ou estender os serviços cripto-para-fiat e vice-versa aos clientes. Mas a nova pesquisa mostra uma mudança de sentimento.

“Os desenvolvimentos no curto prazo provavelmente serão decisivos, já que a moeda se equilibra no ponto de inflexão da aceitação mainstream ou uma implosão especulativa”, disse o banco, sugerindo que o panorama macro atual pode criar um pano de fundo positivo para a adoção da moeda digital.

No entanto, o Citibank acrescentou que o futuro do Bitcoin ainda era incerto e que havia “uma série de riscos e obstáculos” que impediam o progresso do BTC.

“A entrada de investidores institucionais despertou confiança na criptomoeda, mas ainda existem problemas persistentes que podem limitar a adoção generalizada”, observou.

O banco acrescentou que, para investidores institucionais, essas questões incluíam preocupações de eficiência de capital (de implantar fiat para Bitcoin antes de outras opções), seguro, custódia e segurança de qualquer Bitcoin detido e as várias preocupações ambientais relacionadas à mineração de Bitcoin – o processo computacional por meio do qual um novo Bitcoin é gerado.

Ainda assim, o banco diz que as criptomoedas são uma aposta melhor do que os pagamentos tradicionais em termos de segurança.

“Problemas de segurança com criptomoedas ocorrem, mas quando comparado aos pagamentos tradicionais, o desempenho é melhor”, disse.

Citibank: Por que as instituições estão comprando Bitcoin?

O Citibank perguntou aos proponentes do setor de criptomoedas e aos banqueiros financeiros legados por que sentiam que havia um influxo repentino de ativos cripto. Aqui está o consenso geral:

“Pode haver um risco relativamente menor do que o normal nos mercados públicos devido ao apoio do governo, o que, por sua vez, libera os investidores para empregar mais capital de risco.”

Os entrevistados explicaram que a capacidade de alocar grandes quantidades de capital de risco aos mercados privados foi restringida por “altas reservas de ‘dry powder’ “, mas, neste contexto, há uma necessidade crescente de proteção contra a inflação. ”

Eles afirmaram que foi uma combinação dessas percepções que levou muitos investidores a procurarem mais longe para encontrar oportunidades, além das visões do Bitcoin como uma fonte potencial de “ouro digital” devido ao seu suprimento finito de 21 milhões de moedas.

“Assim como metais preciosos como ouro são vistos como escassos no mundo físico, a escassez digital do Bitcoin é vista como uma proposta de valor potencialmente equivalente”, disseram observadores da indústria.

O banco observou ainda que muitos entrevistados levantam a hipótese de que a disponibilidade finita de Bitcoin contrasta fortemente com a oferta elástica de dinheiro soberano e incentivos governamentais para imprimir dinheiro para cobrir o aumento das dívidas públicas – um ponto que causa um influxo adicional de fundos para o ativo.

O Bitcoin, atualmente classificado em primeiro lugar por valor de mercado, subiu 8,03% nas últimas 24 horas. O BTC tem uma capitalização de mercado de $ 900,09 bilhões com um volume de 24 horas de $ 54,26 bilhões.

Fonte: CryptoSlate

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.