Listagem da Ripple na Coinbase Pro supostamente viola as diretrizes da plataforma

XRP não é compatível com as normas da plataforma

Recentemente a criptomoeda Ripple (XRP) foi listada na Coinbase Pro, plataforma de trade profissional da exchange Coinbase.

De acordo com a Diar, empresa de pesquisa blockchain,  a listagem violou as diretrizes da própria Coinbase, pois 60% da emissão de XRP é controlada pela Ripple. Tal fato contradiz uma norma da exchange que determina que ativos listados devem apresentar participação acionária minoritária retida pela equipe.

O anúncio da listagem ocorreu na segunda-feira, 25 de fevereiro. O evento alavancou o valor do ativo em 10% em 24 horas. Apesar do pico, a moeda não se manteve por muito tempo e no momento da escrita está sendo negociada a US$0,3186 de acordo com o CoinMarketCap.

Após a listagem, a Coinbase Pro passou a oferecer serviços de negociação de XRP para clientes nos EUA, Canadá, Austrália, Singapura, União Europeia e Reino Unido, com planos para expandir para outros países.

Apesar de apresentar um projeto de destaque no mercado, a Ripple recebeu muitas críticas desde o seu lançamento. A Messari, empresa de análises baseada em blockchain, publicou um relatório em janeiro acusando a XRP de supervalorizar seu mercado de capitalização. De acordo com a pesquisa, o fornecimento líquido do token estava superestimado em 48%, de forma que, dos US$13 bilhões apresentados, apenas US$6,9 bilhões eram reais.

FONTE: FINANCE MAGNATES

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli