Máquinas da Cielo vão aceitar pagamento em Bitcoin

Transação vai usar QR Code e será possível graças à parceria com a exchange CriptoHub

Fazer compras com criptomoedas está perto de se tornar algo comum no varejo brasileiro. Em texto publicado no blog oficial da Cielo, a empresa de serviços financeiros é apresentada como a primeira credenciadora no país a permitir esse tipo de pagamento.

Para viabilizar a transação, a Cielo fechou parcerias com a fintech Uzzo, a exchange CriptoHub e a startup Bitfy, uma carteira digital de criptomoedas. Por meio de um QR Code gerado nas mesmas máquinas que aceitam cartões de crédito e débito, os consumidores poderão usar seus Bitcoins em estabelecimentos comerciais.

O funcionamento do sistema é simples: assim que o lojista selecionar, na máquina da Cielo, a opção de crédito e pagamento por QR Code, o cliente, devidamente cadastrado na CriptoHub ou na Bitfy, deverá usar o celular para escanear o código apresentado. Em seguida, basta escolher o modelo de criptomoeda e conferir a cotação e o valor final, aprovando o pagamento.

“É uma forma de ampliar ainda mais a aceitação de meios eletrônicos de pagamento. Com isso, acreditamos que estamos ajudando nossos clientes a impulsionarem seus negócios. O pagamento ocorre como uma transação de QR Code qualquer. Até mesmo as taxas previamente acordadas com os estabelecimentos comerciais são as mesmas”, diz Rodrigo Penteado, diretor de produtos da Cielo.

Embora o pagamento seja feito em Bitcoins, os comerciantes receberão em reais. No momento da transação, exchanges parceiras comprarão as criptomoedas e repassarão o valor em dinheiro para a conta do varejista.

* Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

Foto de Simone Gondim
Foto de Simone Gondim O autor:

Jornalista, revisora e roteirista, apaixonada por tecnologia e especializada em conteúdo.

https://www.instagram.com