Minecraft amplia liderança como jogo mais vendido de todos os tempos

Jogo que foi adquirido pela Microsoft em 2014 segue em alta

A aquisição histórica da Microsoft, quando em 2014 pagou US$ 2,5 bilhões à empresa criadora do Minecraft, Mojang (agora Mojang Studios), foi vista por muitos como uma ultrapassagem mal aconselhada na época, mas ao longo dos anos, a Microsoft provou que era de fato uma das aquisições mais sábias dos últimos tempos.

Na segunda-feira, a gigante da tecnologia de Redmond revelou que mais de 200 milhões de cópias do Minecraft foram vendidas até o momento e que 126 milhões de pessoas estão jogando o jogo todos os meses.

Com as estatísticas atualizadas, o Minecraft amplia ainda mais sua liderança na lista de jogos mais vendidos de todos os tempos. O próximo concorrente mais próximo, Grand Theft Auto V, está com 120 milhões de cópias vendidas, de acordo com a contagem não oficial da Wikipedia.

O Minecraft foi o videogame mais visto no YouTube em 2019. No mês passado, a Microsoft se uniu à Nvidia para lançar uma linda versão traçada por raios do construtor de sandbox. E em 26 de maio, a Mojang Studios lançará seu rastreador de masmorra de cima para baixo – chamado Minecraft Dungeons – para PlayStation 4, Xbox One, Xbox Game Pass e Nintendo Switch.

Atualização do Minecraft RTX entrou na fase beta

A tão esperada atualização adiciona uma renderização totalmente rastreada, que aprimora a iluminação global, reflexos, sombras, efeitos atmosféricos e muito mais. Em suma, os usuários da GPU GeForce RTX estarão muito satisfeitos com os olhos, semelhante à atualização que Quake II recebeu no ano passado.

O novo RTX Beta do Minecraft também apresenta materiais com base física. Conforme o Polygon relata um briefing da Nvidia na segunda-feira, os materiais padrão do Minecraft têm apenas duas propriedades – cor e opacidade. Enquanto isso, materiais com base física podem ter até seis. Além de cor e opacidade, os materiais com base física podem emitir luz, aparência metálica, rugosidade e altura (fora da superfície do bloco).

Em essência, o jogo também não é tão exigente em termos de poder de processamento, de modo que mesmo as placas RTX mais lentas devem ser capazes de lidar com isso sem problemas.

Fonte: TechSpot

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader desde 2017. Aficionado por tecnologia e entusiasta das criptomoedas, viu no WeBitcoin a oportunidade de unir duas paixões.