MyEtherWallet lança carteira de criptomoedas mobile para iOS

MyEtherWallet cria alternativa para carteiras em hardware

A MyEtherWallet (MEW), companhia por trás da interface original das carteiras Ethereum, lançou o aplicativo MEWconnect para dispositivos iOS na terça-feira, na esperança de que esta seja uma era de carteiras de criptomoedas mais seguras.

Uma carteira em hardware, sem o hardware

A MEW tem falado sobre o aplicativo desde julho, ao postar um pequeno vídeo em seu Instagram dando aos usuários uma amostra de como o aplicativo se pareceria. O vídeo mostra um usuário preparando uma conta no aplicativo, e conectando-o em sua carteira online de Ethereum em uma questão de segundos.

O slogan do aplicativo é “uma carteira em hardware, sem hardware,” e ele tem como foco o mercado de carteiras de criptomoedas, ao oferecer uma alternativa gratuita para os seguros, mas caros, dispositivos de carteiras em hardware disponíveis no mercado atualmente.

Leia mais: Exchange japonesa Zaif é hackeada: quase US$60 milhões roubados

Como acontece com as novas ofertas na cripto esfera, um de seus principais objetivos é ampliar a adoção das criptomoedas pelo público em geral. No comunicado oficial emitido à imprensa, a MEW afirmou que seu aplicativo está disponível gratuitamente, sendo fácil para os usuários entenderem, e com o objetivo de tomar o lugar das carteiras em hardware no armazenamento de criptomoedas.

O fundador e CEO da MEW, Kosala Hemachandra, disse sobre o aplicativo:

“Nós temos trabalhado bastante nos últimos meses para tornar a MEWconnect perfeita, e estamos animados para finalmente fornecer aos nossos usuários globais este aplicativo gratuito e fácil de utilizar, que possui a funcionalidade de uma carteira em hardware. Acreditamos que este aplicativo terá um papel fundamental na ampliação da adoção de criptomoedas, e nós estamos ansiosos em ser uma parte desta transição.”

O que a torna uma alternativa segura?

Segundo a MEW, existem diversas funcionalidades que tornam as criptomoedas de seus usuários mais seguras. As chaves privadas dos usuários são armazenadas em um “cofre” isolado e seguro no dispositivo do usuário. O aplicativo também utiliza 2FA (autenticação em dois passos), solicitando uma segunda senha antes de enviar a transação para o blockchain Ethereum.

Leia mais: Canal Futuro Descentralizado lança super série sobre Criptomoedas

A MEW também afirma, na descrição do aplicativo na loja iOS, que a companhia não coleta dados, não existem servidores centralizados para serem hackeados e o software é open source.

A MyEtherWallet tem em mente que a acessibilidade e a facilidade de uso deste aplicativo serão atrativos para o usuário corriqueiro, que pode não ter grandes quantias de criptomoedas armazenadas, e não pode pagar de US$90 a US$200 para obter uma carteira em hardware.

A habilidade de gerir a carteira em um dispositivo mobile também atrairá usuários, afirmou Hemachandra, tendo também declarado no comunicado:

“Com esse aplicativo, usuários podem agora facilmente interagir diretamente com a MEW por meio de seus dispositivos mobile, enquanto permanecem no controle total de suas chaves privadas e fundos.”

Fonte: CryptoSlate