Quentin Tarantino anuncia coleção secreta de Pulp Fiction NFT

Um dos maiores diretores de cinema de todos os tempos está lançando uma coleção NFT – e ela contém todos os novos recursos de privacidade.

Quentin Tarantino – um dos maiores cineastas de todos os tempos – anunciou recentemente que leiloaria sete “NFTs secretos” com cenas de Pulp Fiction sem cortes. Como os primeiros desse tipo, esses tokens não fungíveis apresentam conteúdo que pode ser visto apenas por seus proprietários, o que os torna extremamente especiais e valiosos.

A coleção de Tarantino será distribuída na “Rede Secreta” do SCRT Labs, uma blockchain de camada 1 com foco na privacidade. Os NFTs do diretor utilizarão a privacidade nativa e o controle de acesso oferecido pela rede. Ele será leiloado inicialmente no maior mercado de NFT do mundo, o OpenSea, de acordo com um comunicado à imprensa da Secret Network.

Cada “segredo” dos NFTs secretos é um conteúdo único que nunca foi visto ou ouvido antes. Todos os compradores sabem que o conteúdo contará com roteiros manuscritos sem cortes de Pulp Fiction, junto com comentários do próprio Quentin Tarantino. Sua descrição revelará segredos até então desconhecidos sobre o filme e seu criador.

“Estou animado para apresentar essas cenas exclusivas do PULP FICTION aos fãs”.

Disse o diretor.

“Secret Network e Secret NFTs fornecem um mundo totalmente novo de conexão de fãs e artistas e estou muito feliz de fazer parte disso.”

Tarantino parece correto nessa suposição. Atletas, celebridades, marcas e inúmeras outras figuras públicas se aventuraram no mundo dos NFTs para se conectar com seu público. Por exemplo, a DC Comics distribuiu recentemente um conjunto exclusivo de NFTs de super-heróis para os fãs de forma totalmente gratuita.

Pulp Fiction de Tarantino arrecadou mais de US$ 200 milhões de um orçamento de meros US$ 10 milhões. Sua popularidade provavelmente atrairá muitos fãs para a coleção NFT em busca de mais conteúdo exclusivo.

NFTs secretos e o que eles representam.

NFTs secretos são tokens “privados por padrão” na Rede Secreta. Eles permitem que os NFTs dos usuários contenham metadados públicos ou privados, o que significa que eles podem escolher se desejam exibir o conteúdo para outras pessoas. Eles também podem decidir se revelam sua propriedade sobre o blockchain.

“Os NFTs podem ser a tecnologia mais disruptiva desta década”.

Disse Guy Zyskind, cofundador da Secret Network e CEO da SCRT Labs.

“A comunidade artística está viva com a inovação e a mídia está explorando ativamente todos os casos de uso potenciais associados à tecnologia. Agora, temos privacidade e controles de acesso cortesia da Secret Network. Em última análise, isso permitirá uma grande massa de novos casos de uso em potencial.” de acordo com Zyskind.

Este é um desvio de blockchains mais tradicionais como o Ethereum, no qual todas essas informações são públicas. Também apresenta uma oportunidade ainda maior para os artistas do espaço do que já existia. Usando NFTs secretos, os criadores podem manter seus ganhos privados e até mesmo configurar galerias privadas.

 

Fonte: CryptoPotato

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8