Revolut gostaria de lançar seu próprio token

Há rumores crescentes de que o Revolut pode lançar seu próprio token.

Revolut gostaria de lançar seu próprio token. A hipótese é a da criação de um token de criptomoeda real, semelhante ao BNB da Binance, e não de um stablecoin com valor atrelado ao de uma moeda fiduciária.

O anúncio do lançamento está supostamente pendente da aprovação do projeto pelos reguladores do Reino Unido, portanto, não há confirmação oficial ainda. No entanto, também não houve negações.

A Revolut é uma empresa de fintech avaliada em US $ 33 bilhões, que também oferece um serviço de negociação de criptomoedas, e seu design de token nativo pode ser semelhante ao da Wirex (WXT) e da NEXO.

Nesse caso, a empresa poderia oferecer recompensas ou prêmios a seus usuários neste novo token nativo em sua plataforma.

A empresa revelou em junho que os serviços de criptomoeda que oferece geram 20% de toda a sua receita, pelo que esta é certamente uma área que tem um peso não negligenciável na sua rentabilidade.

Dado que outros operadores algo semelhantes já oferecem serviços ligados à emissão dos seus próprios tokens, a possibilidade de a Revolut lançar um token é mais do que plausível , embora sujeita à aprovação não tão óbvia da FCA (Financial Conduct Authority).

O plano seria lançar serviços baseados no novo token primeiro na Europa e depois em outros lugares, mas fora dos Estados Unidos por enquanto.

A empresa, com sede em Londres, também detém uma licença bancária da União Europeia e obteve recentemente outra como corretora nos EUA para competir no setor de investimento a retalho com empresas como a Robinhood.

Isso o torna sujeito ao escrutínio regulatório e precisa de aprovações especiais para lançar projetos incomuns para empresas financeiras que operam em mercados tradicionais.

Revolut no espaço cripto

A Revolut está envolvida há muito tempo no setor de criptoativos, oferecendo a seus usuários a possibilidade de investir em mais de 50 criptomoedas e tokens.

Há alguns meses, ele também permitiu depósitos e retiradas de criptomoedas de e para sua plataforma, embora com algumas limitações.

Caso a emissão de seus próprios tokens seja bem-sucedida, é de se esperar que empresas semelhantes façam o mesmo, ou seja, operem também em mercados financeiros tradicionais e não exclusivamente em mercados de  criptoativos.

 

Fonte: Cryptonomist

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8