60% dos desenvolvedores de videogames já estão usando Blockchain

De acordo com uma pesquisa recente, a maioria dos desenvolvedores de videogames dos Estados Unidos e do Reino Unido estão interessados em tecnologias blockchain e NFT.

Uma pesquisa realizada pela empresa de software – Stratis – revelou que 58% dos desenvolvedores de videogames americanos e britânicos incorporaram a tecnologia blockchain em seus empreendimentos. 47% integraram tokens não fungíveis em seus jogos.

Blockchain é o futuro para videogames.

A pesquisa entrevistou 197 desenvolvedores de videogames nos EUA e no Reino Unido. Além daqueles que já usam as tecnologias blockchain e NFT, o restante dos participantes também está otimista, já que 72% disseram que considerariam empregá-los para desenvolver novos jogos. 56% pretendem fazê-lo no próximo ano.

Questionados sobre se eles acreditam que a tecnologia blockchain se tornará predominante nos videogames nos próximos 24 meses, 64% dos participantes responderam “sim“.

De acordo com 61% dos desenvolvedores, a blockchain permite uma jogabilidade inovadora e mais interessante. 55% disseram que garante valor para os jogadores, mantendo o dinheiro no jogo, enquanto recompensar os jogadores com valores reais arrecadou 54% dos votos.

É importante notar que 46% do interesse dos desenvolvedores em blockchain se concentra no modelo de negócios de tendência Play-to-Earn. Sobre essa nota, Jean-Philippe Vergne, Professor Associado da UCL School of Management – comentou:

“Blockchain está rapidamente se tornando um bloco de construção central para jogos online. O que a blockchain permite é incrivelmente atraente – os jogadores agora podem ganhar criptomoedas enquanto jogam e trocam produtos digitais dentro e entre os jogos.”

Também sobre o mesmo assunto, Chris Trew – CEO da Stratis – previu que a maior parte do crescimento inicial do Play-to-Earn virá das economias emergentes, “onde ganhar alguns dólares por dia jogando pode enviá-los para a classe média.” Numa fase posterior, esta transferência de riqueza pode transformar a economia global, concluiu.

O que é jogar para ganhar?

Play-to-Earn é um modelo de negócios em que os usuários podem jogar e ganhar, valorizando os ativos do jogo, enquanto o fazem.

O principal componente deste modelo é dar aos jogadores a propriedade sobre esses ativos e, permitir que eles aumentem seu valor, jogando o jogo ativamente. Normalmente, no mundo cripto, é possível definir a propriedade por meio do uso de tokens não fungíveis (NFTs).

A ideia principal do Play-to-Earn é, recompensar os jogadores por colocarem seu tempo e esforço no jogo. Ao participar de um jogo específico, os jogadores criam valor para outros jogadores no ecossistema e para os desenvolvedores. Por sua vez, eles recebem uma recompensa na forma de ativos, potencialmente valorizados no jogo, que podem ser um certo tipo de criptomoeda.

Alguns dos exemplos mais famosos de tais jogos incluem Axie Infinity, Decentraland e The Sandbox.

Fonte: CryptoPotato

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8