Cardano em contagem regressiva para alcançar a descentralização total

A rede comunitária da Cardano, com mais de 1.800 pools, será responsável por 100% da produção de blocos em menos de um mês, já que o projeto vai para a descentralização total

Menos de um ano após o lançamento de sua rede de nós federados de propriedade da IOHK, a Cardano está programada para atingir a descentralização total no final de março de 2021. Nesse ponto, a rede já estabelecida de mais de 1.800 pools comunitários será responsável por produzir todos os novos blocos.

Cardano busca total descentralização

Com a aproximação do dia D (= 0), a IOHK, a empresa por trás do popular projeto blockchain Cardano, publicou um post destacando o mais recente marco em seu desenvolvimento.

A Cardano está a caminho de sair do reino da centralização em menos de um mês. O post explicou que após o lançamento da atualização Shelley em julho de 2020, os desenvolvedores construíram a rede de forma que cada bloco fosse produzido pela rede de nós federados da IOHK.

Isso causou alguma confusão na comunidade de criptomoedas, pois tal abordagem era a “antítese da descentralização”. No entanto, a declaração justificou esta decisão um tanto controversa com segurança aprimorada – “uma abordagem inteligente para o curto prazo, enquanto a rede da operadora de pool de interesse (SPO) entra em funcionamento.”

Além disso, os desenvolvedores da Cardano criaram um processo de reajuste automático, que reduziu o parâmetro que governa a porcentagem de transações processadas pelos nós de gênese (referidos como d) a uma taxa de 0,02 por época. Isso significa um aumento de 2% na produção do bloco comunitário a cada cinco dias.

Assim, a comunidade recebeu um papel mais significativo na produção de blocos ao longo do tempo, o que levou à situação atual – apenas 12% dos blocos são produzidos por nós federados. O número continuará diminuindo gradualmente até chegar a zero (também conhecido como Dia D = 0) em 31 de março.

Ao fazer isso, a rede se tornará “totalmente descentralizada”, pois “D = 0 empurra o poder para as bordas.”

Atualização de preço da ADA

Enquanto a comunidade Cardano está esperando pacientemente o dia D = 0, a criptomoeda nativa está em alta desde o início do ano, apesar das recentes retrações.

A ADA entrou em 2020 em cerca de US$ 0,18 antes de disparar para um novo recorde de todos os tempos, acima de US $ 1,5. Após este aumento de 730%, o ativo retomou ligeiramente intacto com a queda do mercado da semana passada, mas permaneceu bem acima da marca de $ 1.

Naturalmente, o aumento de preço da ADA impactou a capitalização de mercado também. Como tal, ADA ultrapassou outras altcoins como Binance Coin e XRP e é atualmente a terceira maior criptomoeda por capitalização de mercado.

Fonte: CryptoPotato

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.