China, Dubai e Itália estão usando capacete inteligente para detectar Covid-19

Novas tecnologias no combate a Covid-19 não param de surgir.

Muitas soluções inovadoras estão surgindo para ajudar no combate a Covid-19, dessa vez alguns países adotaram os “capacetes inteligentes”. A invenção vinda da companhia chinesa KC Wearable, possui realidade aumentada, reconhecimento facial e ainda permite que o usuário identifique pessoas com altas temperaturas em um raio de até 2 metros.

Conheça o capacete inteligente da KC Wearable

No vídeo podemos ver à esquerda, um policial imóvel, com o rosto escondido por um capacete enorme com uma câmera montada em cima. À direita, está o feed ao vivo do próprio capacete, mostrando pessoas andando com máscaras. Um número é exibido acima de suas cabeças enquanto eles se movem – a temperatura do corpo ao vivo, capturada pela câmera infravermelha do capacete.

Este é um vídeo do YouTube que anuncia os produtos da KC Wearable, uma das muitas empresas chinesas que impulsionam a tecnologia de vigilância futurista para acompanhar o surto de COVID-19.

Seu capacete inteligente KC N901 está equipado com um processador ARM, uma tela de realidade aumentada, uma câmera infravermelha e uma câmera com luz visível. De acordo com as especificações do dispositivo vistas pelo Business Insider, o usuário pode detectar a temperatura em um raio de dois metros.

O capacete além de detectar a temperatura, ele pode ajudar em detalhes que poderiam passar despercebidos ao olho humano, como  reconhecer placas de carros, localizar pessoas no escuro e fazer reconhecimento facial.

Segundo a empresa. toda informação capturada fica armazenada no próprio capacete.

De acordo com a CEO da KC Wearable, Jie Guo, mas de 1.000 capacetes já estão em uso na China. Ela ainda disse que capacetes foram enviados para Itália e Holanda para testes, e confirmou que a polícia de Dubai já está usando o dispositivo.

 “Acho que precisamos fazer alguns ajustes de curto prazo em nossas vidas, não apenas para nos proteger, mas também para proteger a vida dos outros”, disse Jie Guo.

Fonte: businessinsider

 

Foto de Bruno Lugarini
Foto de Bruno Lugarini O autor:

Estudante de Sistema da Informação, técnico de informática, apaixonado por tecnologia, entusiasta das criptomoedas e Nerd.