Cofundador da Unocoin é preso por operar terminal ilegal de Bitcoin na Índia

Fonte aponta que o terminal estava inativo

De acordo com o Times of India, as autoridades indianas prenderam recentemente Harish BV, o cofundador da Unocoin, por operar ilegalmente um terminal de Bitcoin em um shopping de Bangalore.

A Unocoin é uma nova exchange indiana focada em Bitcoin que timidamente dava passos na implementação de operações de dinheiro para criptomoedas (e vice versa).

“Nossa máquina não obteve sucesso em alguns relatórios de mídia tradicionais, que a projetaram sob uma luz negativa. A máquina ainda está na fase final de testes e estará operando na próxima semana”, dizia um tweet na página da empresa.

De acordo com Sathvik Viswanath, outro fundador da Unocoin, o terminal não estava sequer funcionando quando Harish foi detido.

Muitos apontam que a provável fonte do envolvimento da polícia foi a própria administração do shopping, já que, segundo Viswanath, a presença do terminal os deixou desconfortável.

Leia mais: Como está a corrida das exchanges descentralizadas?

Bitcoin e criptomoedas: a questão indiana

Reconhecendo que não é possível ignorar os novos avanços, cada país está a seu modo aceitando tanto o Bitcoin quanto os demais criptoativos.

É imprescindível o posicionamento do governo neste quesito. No caso da Índia, como em diversos outros países, as autoridades não simpatizaram com os ativos.

Apesar de não ser muito bem aceito, de acordo com Viswanath, o Bitcoin não se classifica como ativo ilegal.

“A declaração dada pelo ministro foi clara : criptomoedas não possuem curso legal na Índia. Ele não disse ‘licitação ilegal’. Há uma grande diferença. Isso apenas significa que você deve assumir o risco de seu investimento”, disse.

WeBitcoin: Cofundador da Unocoin é preso por operar terminal ilegal de Bitcoin na Índia

Leia mais: Nasdaq anuncia patente Blockchain para controlar liberação de informações para mídia

FONTE: CCN

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli