Congresso dos EUA vai votar hoje um novo pacote de alívio econômico contra a COVID-19 no valor de US$ 900 bilhões

Novo pacote de estímulo econômico no valor de 900 bilhões será votado hoje também no Senado

Os principais negociadores do Capitol Hill selaram um acordo sobre um pacote de alívio econômico contra a COVID-19 de US $ 900 bilhões, finalmente entregando ajuda há muito esperada a empresas e indivíduos e fornecendo dinheiro para entregar vacinas a uma nação ávida por elas.

O pacote, que deve atrair votos no Congresso hoje, estabeleceria um subsídio de desemprego suplementar temporário de US$ 300 por semana e um pagamento de estímulo direto de US$ 600 para a maioria dos americanos, junto com uma nova rodada de subsídios para negócios duramente atingidos e dinheiro para escolas, fornecedores de saúde e locatários enfrentando despejo.

O Congresso se reuniu no domingo, após meses de batalha, mas a dinâmica de negociação mudou a favor dos republicanos após a eleição e conforme o fim da sessão do Congresso se aproximava. O presidente eleito, Joe Biden, estava ansioso por um acordo para oferecer a tão esperada ajuda às pessoas que sofrem e um impulso para a economia, embora tenha menos da metade do tamanho que os democratas queriam neste outono.

Biden elogiou o espírito bipartidário que produziu a medida, que ele chamou de “apenas o começo”.

“Este é um modelo para o trabalho desafiador à frente de nossa nação”, disse Biden no domingo em um comunicado.

Os líderes da Câmara informaram aos legisladores que votariam a legislação hoje, e o Senado provavelmente votaria hoje também. Os legisladores estão ansiosos para deixar Washington e encerrar um ano tumultuado.

“Haverá outro grande pacote de resgate para o povo americano”, disse o líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, R-Ky., ao anunciar o acordo para o projeto de lei de alívio:

“Ele está repleto de políticas direcionadas para ajudar os americanos em dificuldades que já esperaram demais”.

Os democratas reconheceram que não era um pacote de ajuda tão robusto quanto procuravam inicialmente. A presidente da Câmara, Nancy Pelosi, prometeu mais por vir quando o presidente eleito Joe Biden assumir.

“É um primeiro passo”, disse ela. “Temos que fazer mais.”

O acordo final seria a maior medida de gastos até então. Combinou US$ 900 bilhões para o alívio da COVID-19 com um plano de financiamento governamental de US $ 1,4 trilhão e muitas outras medidas não relacionadas sobre impostos, saúde, infraestrutura e educação.

Texto adaptado de: Cleveland.com

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.