Dupla fingia fazer parte da CFTC para dar golpe em investidores de Bitcoin nos EUA

A queixa foi realizada no Tribunal do Distrito Norte do Texas

Na última semana a Commodity Futures Trading Commission (CFTC) apresentou uma queixa contra fraudadores que fingiam integrar o sistema de regulação dos EUA, falsificando documentos como parte de um golpe para roubar Bitcoins de investidores de varejo.

De acordo com as acusações, Morgan Hunt e Kim Hecroft desviaram fundos de criptoativos de clientes que pensavam estar investindo em Bitcoin.

Leia mais: Malware que rouba Bitcoin afeta jogadores de Fortnite

Aparentemente, Hunt era responsável por um negócio intitulado Diamonds Trading Investment House, enquanto Hecroft operava a First Options Trading. Segundo a CFTC, ou a dupla trabalhava em conjunto, ou ambos os nomes correspondem ao mesmo indivíduo.

O golpe supostamente consistia na criação de documentos falsos que induziam os clientes a acreditar que não poderiam retirar qualquer valor de suas contas de Bitcoin à menos que pagassem um imposto à CFTC, que na verdade não faz parte do sistema de arrecadação de impostos.

Segundo as investigações, os documentos continham até mesmo o selo oficial da CFTC.

“O aumento da conscientização sobre o envolvimento da CFTC no policiamento dos mercados de ativos virtuais, infelizmente, proporcionou novas oportunidades para atores ruins.”, declarou James McDonald, Diretor de Execução da CFTC.

WeBitcoin: Dupla fingia fazer parte da CFTC para dar golpe em investidores de Bitcoin nos EUA

Leia mais: Air France utilizará Blockchain para reduzir custos de seus clientes

FONTE: CCN