Laboratório de pesquisa dos EUA avalia Blockchain em testes de dados de energia

Aplicação de Blockchain para gerenciar redes elétricas

Um laboratório de pesquisa dentro do departamento de energia dos EUA, revelou que está explorando a aplicação de Blockchain para gerenciar redes elétricas de última geração.

Ao fazer o anúncio na semana passada diante do Comitê do Senado dos EUA de energia e recursos naturais, Carl Imhoff, gerente no Laboratório Nacional Pacific Northwest (PNNL), disse que a tecnologia tem o potencial de facilitar novas maneiras de trocar a energia no estilo P2P (Peer to Peer).

Ao revelar que o laboratório de pesquisa está ativamente investigando esta aplicação de tecnologia, ele disse a membros do Comitê:

“A PNNL está atualmente trabalhando com o DOE e parceiros da indústria para determinar o melhor uso dos conceitos de dados tão resilientes como o Blockchain nas construções de mercados emergentes tais como a energial transacional (TE).”

Leia também: Parabéns Bitcoin ! Há exatos 9 anos o White Paper de Satoshi Nakamoto era publicado

“Blockchain”, explicou em uma declaração preparada, “pode ser parte dos esforços de modernização da rede, pode incentivar sistemas distribuídos de geração e armazenamento de energia, e pode ajudar na proteção de construções em mercados emergentes.”

O potencial do Blockchain em renovar sistemas de energia está atualmente sendo explorado por ambas startups e por grandes empresas ao redor do mundo, com sua natureza descentralizada oferecendo uma nova maneira de distribuir ou financiar fontes de energia.

Além disso, o Departamento de Energia já conhece bem o Blockchain. Em janeiro, a agência começou a solicitar publicamente propostas de pesquisas para “conceitos inovadores em sistemas de energia que dependem de Blockchain.”

Fonte: Coindesk.com