Flamengo está em contato com empresas para lançar seu Fan Token

Flamengo está em contato com empresas para lançar seu Fan Token: criptomoedas e NFts invadem o mercado de futebol

Fan token, criptoativos, blockchain, NFT. Termos pouco conhecidos do torcedor de futebol até pouco tempo atrás vêm ganhando espaço com o investimento de clubes nos chamados ativos digitais. O movimento ganhou impulso na Europa, quando Borussia Dortmund, Manchester City e Milan iniciaram as vendas de tokens no ano passado.

Futebol moderno?

Clubes brasileiros seguem tendência mundial e investem em tokens e outras formas de atrair seus torcedores, e o Flamengo não ficou de fora dessa, segundo um anúncio feito no twitter pelo canal Planeta do Futebol, Flamengo está em contato com empresas para lançar seu Fan Token.

https://twitter.com/futebol_info/status/1430194068844384267?s=20

Flamengo está em contato com empresas para lançar seu Fan Token

O que tudo indica Flamengo buscou contato com empresas para lançar seu próprio token, o time carioca estuda o mercado de criptoativos e não quer ficar de fora dessa nova era do futebol, onde os torcedores buscam de todas as formas estarem ainda mais conectados com seu clube do coração.

O Rubro-Negro não quer dar tiro errado e está estudando o mercado ao máximo, junto com especialistas para avançar no projeto.

A vantagem de se emitir seus próprios tokens, primeiro é o engajamento da sua torcida em votações em enquetes do clube, mas também serve como uma receita extra, e que receita, para os clubes investirem no futebol ou até quitar dívidas. A vantagem é que os tokens podem ser reemitidos.

O Flamengo com a maior torcida do Brasil com cerca de 30 milhões de torcedores, mais de 5 milhões de escritos no seu canal de YouTube, poderia usufruir desse engajamento lucrando.

Se o mengão fizesse uma emissão de Fan Tokens $FLA para interagir com sua torcida, poderia abrir votação para seus fanáticos escolherem qual seria o layout do novo ônibus do clube, assim como a Juventus de Turim fez com sua torcida, ao abrir votações e premiar os mais engajados com brindes como camisas autografadas e entradas VIP no estádio para torcedores.

Por dentro do assunto

A quem ainda não assimilou os conceitos básicos: criptomoedas, como o bitcoin, são moedas digitais e NFT é a sigla para token não-fungível, na tradução livre do inglês, um certificado digital que define originalidade e exclusividade a bens digitais, tornando cada produto (físico ou digital) uma obra única.

Tudo isso só é possível graças à tecnologia blockchain, sistema que permite rastrear o envio e recebimento de informações e dados, como pedaços de código gerados online que formam uma corrente, daí o nome.

Recentemente, os clubes se atentaram ao fato de que a paixão dos torcedores poderia ser explorada virtualmente.

O contexto da pandemia do novo coronavírus acelerou este processo.

“O futebol ficou sem capacidade de criar novas fontes de receita, mas ainda assim possui um ativo valioso que são os dados, e isso abriu espaço para modelos inovadores de parceria.”

Diz Maia, autor do livro recém-lançado Inovação é o Novo Marketing.

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8