Goldman Sachs poderá lançar a própria criptomoeda

CEO da Goldman Sachs revela possibilidade de lançar uma criptomoeda

Falando sobre o cenário econômico mundial durante uma entrevista com o noticiário francês Les Echos, o atual CEO da Goldman Sachs, David Solomon, revelou que está sendo discutida a possibilidade do lançamento de uma criptomoeda como a JPM Coin, ativo da JPMorgan Chase.

WeBitcoin: Goldman Sachs poderá lançar a própria criptomoeda

Falando sobre o lançamento da Libra, criptomoeda do Facebook, Solomon afirma que acha o princípio “interessante”, revelando que o grupo realiza extensas pesquisas sobre o conceito de tokenização, com destaque para stablecoins.

“Esta é a direção para a qual o sistema de pagamento irá prosseguir.”, disse

Quando perguntado sobre a possibilidade da Goldman Sachs seguir o mesmo caminho que a JPMorgan neste mercado, o CEO declarou é provável, acrescentando que muitos estão olhando nesta direção.

Sobre a regulamentação, Solomon afirma com convicção que haverá uma mudança, visto que as autoridades mundiais estão observando o setor, dando atenção especial aos fluxos de pagamento.

O CEO também falou sobre os rumores do desaparecimento dos bancos em vista das criptomoedas, declarando que, apesar de acreditar que o sistema deve evoluir, o novo mercado não irá causar a queda dos bancos.

” …há muitas outras razões pelas quais os bancos devem permanecer inovadores, caso contrário, eles desaparecerão.”, disse ele, acrescentando que em breve os negócios vinculados a fluxos de pagamentos não serão tão lucrativos quanto atualmente.

Abordando da possibilidade do Facebook querer oferecer serviços inerentes a um banco (em vista da Libra), Solomon declarou que os gigantes da tecnologia já possuem demasiadas preocupações para desejar se submeter às mesmas restrições da JPMorgan ou Goldman Sachs, acrescentando que é mais provável que sejam formadas alianças com bancos, do que a tentativa de se tornar um.

Para que se tornem concorrentes, o CEO destaca que as empresas “terão que ganhar a confiança dos clientes em grandes questões fundamentais em termos de gerenciamento de risco, de capacidade de financiamento”.

Como noticiado anteriormente pelo WeBitcoin, em outubro de 2018 a Goldman Sachs realizou um investimento milionário na BitGo, serviço de custódia de criptomoedas. Realizada em parceria com o CEO da Galaxy Digital, Mike Novogratz, a iniciativa foi um dos primeiros passos da Goldman Sachs em direção ao setor, após diversos boatos falsos de que o grupo iria lançar uma mesa de operações de criptomoedas.

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli