Grande holding bancária japonesa irá criar criptomoeda para remessas e pagamentos

O ativo será uma stablecoin atrelado ao iene

De acordo com a mídia local, o Mizuho Financial Group (MHFG), holding bancária com sede em Tóquio, pretende introduzir uma nova criptomoeda para ser utilizada em remessas e pagamentos.

Segundo um artigo, as taxas que serão impostas às lojas de varejo pela aceitação do ativo será significativamente menor do que as taxas cobradas pelo uso do cartão de crédito. Ainda mais, a transferência de fundos entre a wallet e a conta bancária será gratuita.

O MHFG ainda trouxe “cerca de 60 bancos regionais à bordo” para promover pagamentos sem dinheiro. Os bancos regionais possuirão a capacidade de fornecer serviços com um nome comum, ainda não estabelecido.

Aparentemente a criptomoeda será gerida por um aplicativo de smartphone e os pagamentos serão realizados por meio de QR codes. O token será uma stablecoin atrelada ao iene (1:1).

A moeda é o resultado do desenvolvimento do J-Coin, anunciado em setembro de 2017 pela holding.

De acordo com a mídia, o Mitsubishi UFJ Financial Group (MUFG), quinto maior banco do mundo, também apresentou planos para lançar a própria moeda digital, a MUFG coin.

FONTE: COINTELEGRAPH