Investimentos em blockchain podem crescer cerca de 90% em 2019: Será o ano da adoção em massa?

Pesquisa prevê tendência de crescimento nos próximos anos

De acordo com um relatório da IDC (International Data Corporation) ao longo de 2019 serão gastos em torno de US$2,9 bilhões com a tecnologia blockchain, um crescimento de 88,7% em relação ao valor investido em 2018.

A empresa americana de pesquisa publicou o “Guia Semestral de Gastos Globais” na segunda-feira, 4 de março. O relatório oferece uma análise dos desenvolvimentos da tecnologia em diversos segmentos.

De acordo com o guia, o setor financeiro irá liderar o ranking de gastos voltados ao desenvolvimento da tecnologia blockchain em 2019. Acredita-se que mais de US$1,1 bilhão será investido por empresas que prestam serviços mobiliários, de investimentos, de seguros e serviços bancários.

Entre serviços de distribuição e fabricação, a previsão é que sejam gastos US$642 milhões e US$653 milhões, respectivamente. Em relação a casos de uso, espera-se que acordos transfronteiriços e trade finance resultem em um investimento de US$738 milhões.

O relatório aponta ainda que em torno de US$1,1 bilhão será investido só nos EUA, seguido pela Europa Ocidental (US$674 milhões) e China (US$319 milhões).

De acordo com Stacey Soohoo, gerente de pesquisa de equipe de Insights e Análise de Clientes da IDC, este ano será marcado pela adoção em massa da tecnologia, mas “irá depender fortemente da reformulação da ideologia de uma revolução blockchain“.

Até 2022 a empresa espera observar um rápido crescimento nos gastos mundiais em blockchain, com uma taxa de crescimento anual prevista de 76% de acordo com o relatório. O guia prevê ainda que em 2022 o gasto anual será de US$12,4 bilhões.

Anteriormente a empresa previu gastos de US$9,7 bilhões em 2021 e US$11,7 bilhões em 2022.

Recentemente a KPMG, uma das maiores empresas de consultoria do mundo, publicou uma pesquisa afirmando que 48% dos executivos de nível C crê que o blockchain irá mudar o modo como negócios são feitos dentro de 3 anos.

FONTE: COINTELEGRAPH

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli