Justiça de São Paulo determina bloqueio de contas vinculadas a suposta pirâmide

Justiça determina bloqueio de contas vinculadas a suposta pirâmide financeira Rota 33 

O Tribunal de Justiça de São Paulo, determinou nesta sexta-feira (24) em uma decisão judicial, o bloqueio de contas e bens em nome de Thiago Troncoso e Fabrício Assad, responsáveis pela empresa Rota 33, suposta pirâmide financeira. 

O ordem de bloqueio tem como objetivo ressarcir os valores investidos por um cliente que abriu processo contra a empresa, alegando que investiu R$264.382,10 na Rota 33.

Contudo, segundo o Cointelegraph, o investidor não conseguiu reaver os valores aportados na empresa, desta forma, a justiça entrou com o pedido de urgência para bloquear os valores e bens dos responsáveis.

O Juiz justificou a decisão informando que os réus não foram encontrados e que não possuem os valores para ressarcir os clientes. 

“Há urgência no pedido e perigo de dano, consistente na possível não localização dos réus diante da alteração unilateral do contrato. Há também indícios de que os réus não disponham de condições financeiras a suportarem eventual condenação, razão pela qual DEFIRO o pedido de arresto cautelar (…) até o limite do crédito (R$ 267.382,10), em nome da empresa Thiago Troncoso ME (…) e dos sócios Thiago Troncoso (…) e Fabricio Assad (…), esses dois últimos em desconsideração da personalidade jurídica (…).”

A Rota 33 não estava autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), para oferecer produtos e serviços no mercado financeiro. A empresa oferecia um rendimento mensal de 20% para seus clientes. 

Em dezembro de 2019 a justiça já havia autorizado um bloqueio judicial de cerca de R$1,4 milhões em contas e bens relacionados a empresa e aos sócios. 

A decisão determinou que a empresa oferecia investimento de uma pirâmide financeira, prometendo rendimentos altos em operações no mercado de Bitcoin e criptomoedas.

Em outubro de 2019 a empresa parou de liberar os saques dos investidores, afirmando que ocorreu uma fraude no sistema da Rota 33. 

Imagem BiljaST por Pixabay.

Foto de Mirian Romão
Foto de Mirian Romão O autor:

Graduada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo e Pós-Graduada em Comunicação em Redes Sociais.

mirian_romao