O guia essencial para a prova de trabalho no Blockchain

Criamos o guia essencial para a prova de trabalho no Blockchain, assim você não precisa mais gastar horas de pesquisa para ficar “por dentro” de toda a parte que movimenta uma das maiores revoluções tecnológicas dos últimos anos.

Para saber o que é Prova de Trabalho (PoW), é essencial olhar de perto para a implementação sustentável.

PoW é um algoritmo de consenso usado para prevenir o ataque de 51% ou gastos duplos. Criptomoedas como o Bitcoin estão usando o consenso PoW para confirmar transações e produzir novos blocos adicionados à Blockchain. Com o PoW, os mineradores competem para concluir transações na rede em troca de uma recompensa por sua velocidade e precisão.

Como a Prova de Trabalho é Aplicada no Blockchain?

O algoritmo de consenso de Prova de Trabalho de blockchain é o mecanismo de consenso mais antigo e o algoritmo mais popular. Claro, existem muitos motivos que podem ter contribuído para sua popularidade. Mas o principal motivo de sua reputação é sua capacidade de promover a honestidade no ecossistema descentralizado. Embora possa haver outros algoritmos, PoW ainda é sustentável para atingir o objetivo de tolerância a falhas. Isso significa que uma rede pode evitar situações em que alguns nós (ou mineradores) tentem agir contra o consenso.

Enquanto o primeiro a obter a solução para o problema matemático recebe o consenso (permissão para escolher um bloco para adicionar ao blockchain), como uma troca, o nó bem-sucedido recebe os tokens como recompensa. Por exemplo, na rede Bitcoin, a recompensa está em BTC.

No final, o consenso PoW cria uma economia fechada relativamente saudável e transparente. Principalmente para encorajar os usuários a continuar sustentando o ecossistema.

Quais problemas matemáticos estão envolvidos no PoW?

Esses problemas matemáticos complexos referem-se a uma diversidade de complicações aritméticas incomuns. Além disso, esses problemas exigem muito poder computacional para serem resolvidos. Ele varia de problemas genéricos à função de hash. Por exemplo:

Uma função hash envolve um processo para gerar uma saída aleatória com um comprimento específico por meio de uma entrada. Enquanto um hash é um valor numérico (ou alvo) que decide quem minera o bloco com precisão.
Resolvendo uma fatoração de número inteiro compreendendo a decomposição de um número composto em números inteiros menores em conjunto com as restrições e multiplicações de números primos, parece complicado, mas depois fica pior.
Ele serve como um protocolo de quebra-cabeça de contingência para proteger a rede em um ataque DoS que requer uma ordem definida. Em vez de resolver uma função, trata-se mais de identificar a causa raiz.
Portanto, para cada validação bem-sucedida de um bloco, uma recompensa é dada para compensar o esforço. No entanto, a escalabilidade e a segurança são os principais desafios à medida que uma rede cresce. E o poder do hash cresce paralelamente à complexidade dos quebra-cabeças. Como resultado, a Prova de Participação foi introduzida para conter as falhas que a Prova de Trabalho possui.

Quais moedas estão usando a prova de trabalho?

Bitcoin continua sendo a moeda mais popular a usar o consenso PoW. No entanto, existem muitas outras moedas que usam esse algoritmo. Embora antes do período de redução pela metade, o Bitcoin permanece lucrativo. Mas muitos mineradores estão procurando uma alternativa, já que fica mais caro e difícil minerar um bloco.

Naturalmente, todos começam a se perguntar qual é a melhor criptomoeda para minerar. Cito algumas aqui:

Litecoin: Da mesma forma que o Bitcoin, o Litecoin também possui SegWit, no qual o limite do tamanho do bloco aumenta ao remover os dados da rede. O que diferencia o Litecoin do Bitcoin são os tempos de transação extremamente rápidos a um custo muito mais baixo.

DASH: Ela se orgulha de transações mais rápidas e privadas no cripto espaço. As transações instantâneas atuam como um ponto positivo para os mineradores investirem seu tempo nela.

Monero: Esta é outra altcoin popular que usa o consenso PoW. Como uma criptomoeda de código aberto, Monero se concentra em fungibilidade, privacidade, transparência e descentralização por meio de um livro-razão público.

Bitcoin Cash: é uma altcoin derivada do hard fork da rede Bitcoin. Embora use PoW, o que pode parecer um consenso seguro, o Bitcoin Cash é uma das vítimas severamente danificadas do ataque de 51% .

ZCash: visa fornecer privacidade por meio do anonimato, ao contrário de quaisquer criptomoedas. A rede Zcash usa as mesmas funções hash SHA-256 de prova de trabalho que o Bitcoin.

Lembrando que nos últimos anos, tem havido um debate crescente a favor da Prova de Participação (PoS). Ao comparar PoS e PoW , muitos especialistas acreditam que o PoS é, sem dúvida, melhor do que PoW. E um dos principais argumentos contra o PoW é que ele requer muito poder de computação, que consome muita energia e afeta negativamente o meio ambiente, vimos claramente nas publicações de Elon Musk a sua “queixa” nesse aspecto. A quantidade média de energia necessária para manter a rede Bitcoin é maior do que toda a nação da Suíça usa.

Além disso, o consenso PoW apresenta um alto risco de centralização. Esse consenso foi examinado por sua capacidade de baixo desempenho e escalabilidade para execução de transações em cadeia. Geralmente, o algoritmo PoS também oferece melhores benefícios econômicos (dividendos) para seus usuários, permitindo-lhes executar um nó mestre ou colocar moedas em uma plataforma para apostas e códigos mestre. É mais justo e sustentável a longo prazo.

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8