Prefeito de Nova York quer seu salário em Bitcoin

Nova York tem todas as características de um grande centro financeiro para Bitcoin e criptomoedas, e o prefeito recém-eleito disse que está pronto para receber seu salário em Bitcoin.

Eric Adams confirmou que aceitará seus primeiros três salários em Bitcoin. Isso aconteceu logo depois que o prefeito fez um discurso de vitória eleitoral prometendo fazer de Nova York “um centro para Bitcoin“.

A estratégia é na verdade uma grande jogada de marketing com um plano maior, transformar a cidade no maior centro de criptomoedas, atraindo empresas que pagarão impostos, bem como melhorar a vida financeira deste grupo cuja tendência é começar a aceitar bitcoin com maior frequência.

Adams revelou seus novos planos hoje no Twitter em resposta ao apresentador de podcast de negócios Anthony Pompliano. Dois dias atrás, o popular defensor do BTC perguntou publicamente qual político americano seria o primeiro a aceitar seu salário em Bitcoin.

O mais curioso, porém, é que ele fez isso em resposta a um tweet do prefeito de Miami, Francis Suarez, no qual ele anunciou que gostaria de receber seu próximo pagamento em Bitcoin.

Além de cidades, outros setores também estão nesta corrida, como bancos que neste ano começaram a oferecer serviços ligados a compra e custódia de bitcoin. Ninguém quer ficar para trás.

Miami x Nova York

Parece haver uma rivalidade se formando entre Suarez e Adams nesta frente. Ambos os prefeitos estão agora tentando se tornar centros globais de criptomoedas à frente de seus concorrentes. Essa competição entre prefeitos e entre cidades provavelmente beneficiará o mercado de criptoativos. Miami já está trabalhando nisso há algum tempo, mas o poder financeiro de Nova York é imbatível.

A intenção de Adams é ser o novo Vale do Silício, região composta de cidades como Palo Alto, São Francisco e Santa Clara, que tornou-se ícone pelo grande número de empresas de tecnologia como Google, Facebook e Apple. Sendo uma aposta óbvia para quem depende de impostos para gerar mais melhorias.

Se Nova York se tornasse um importante centro global para a indústria de criptoativos, isso poderia beneficiar a indústria de muitas maneiras e talvez até mesmo eliminar permanentemente parte da relutância que ainda existe por parte das grandes finanças globais em se envolver totalmente neste setor.

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8