Empresa de terminais de Bitcoin recebe primeira BitLicense para operar em Nova York

A “Big Apple” comportará 200 terminais bidirecionais

A Coinsource, maior empresa de caixas eletrônicos de Bitcoin do mundo, recebeu aprovação oficial para operar em Nova York.

A companhia já operava com uma licença provisória. Em 2017 a iniciativa recebeu cobertura do New Yorker, e desde então foi frequentemente noticiada em todo o país.

Leia mais: Hong Kong emite novas regras para regulamentar fundos e exchanges

De acordo com a Coinsource, serão 200 terminais bidirecionais, de modo que os usuários poderão comprar e vender Bitcoin. Cada terminal irá possuir capacidade para suportar transações de US$5 até US$5000 por dia.

A companhia pontua que os caixas eletrônicos são de grande importância para a aceitação e adoção da moeda.

“A Coinsource opera com uma licença provisória no estado, portanto, a nova licença não altera o serviço, mas legitima a empresa como um todo. A concessão de uma licença oficial é um grande passo na adoção geral.”, disse uma porta-voz não identificada.

A empresa é a primeira e única do setor a receber uma BitLicense completa. Sendo Nova York o centro financeiro dos EUA, país que é referência mundial, há grandes oportunidades de expansão.

Leia mais: Empresa de contabilidade lança sistema para transações privadas na rede Ethereum

FONTE: CCN

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli