Fraude atinge usuários da corretora Mercado Bitcoin

A intenção é ludibriar os clientes desprevenidos, através do envio de falsos e-mails

 

A ascensão meteórica de bitcoin atrai a atenção de centenas de milhares de pessoas. Muitas podem não entender a tecnologia ou a filosofia por trás do Bitcoin, mas veem histórias de adotantes e investidores experientes que transformaram alguns milhares de dólares em milhões quando o valor do Bitcoin aumentou.

No entanto, isso os coloca em posição – junto com investidores veteranos – de serem vítimas de vigaristas oportunistas e hackers que cometem golpes de Bitcoin.

Esta semana, uma grande corporação foi vítima dessa prática: o Mercado Bitcoin – uma das maiores corretoras de Bitcoin do Brasil em 2019, em volume de negociações. A intenção dos fraudadores foi de ludibriar os clientes desprevenidos, através do envio de falsos e-mails.

Este não foi o primeiro caso registrado. No ano passado, a corretora recebeu uma notificação de que pessoas mal intencionadas estariam tentando criar uma cópia de seu site. Agora, uma nova tentativa de phishing quer pegar os clientes desprevenidos.

Os fraudadores  querem ludibriar os clientes desprevenidos, através do envio de falsos e-mails

Nesta ocorrência, o usuário recebe um alerta, dizendo que “Sua conta encontra-se pendente de verificação, evite bloqueio”. Para não perder seu o acesso, afirma ser necessário o fornecimento de algumas informações no link indicado. No entanto, ao clicar em “Iniciar Verificação”, ele é direcionado para o domínio do falso website: “mercadosbitcoins.com”.

 

Para o Mercado Bitcoin, a intenção é capturar dados de clientes para roubo de criptomoedas

Em nota para a Imprensa, o Mercado Bitcoin nega a relação com a fraudulenta página, recomendando aos clientes cuidados extras. Esclarece que a comunicação enviada não partiu de nenhum dos canais oficiais da empresa, configurando uma clara tentativa de levar o usuário ao engano.

 

De acordo com o comunicado, fica claro que o golpe, associado ao Mercado Bitcoin, queria capturar dados de clientes para fins de roubo de criptomoedas. Nesse sentido, salienta a importância de não abrir e-mails ou aplicativos de origem desconhecida. Reforça ainda que os canais oficiais de contato com o público são os seguintes:

  1. suporte@site.mercadobitcoin.com.br (E-mails referente aos tickets abertos via Central de Ajuda)
  2. mercadobitcoin@info.mercadobitcoin.com.br (Dicas de vídeos, De olho no mercado, Bloco por Bloco, etc)
  3. atendimento@cx.mercadobitcoin.com.br (E-mails operacionais sobre uso da plataforma)
  4. atendimento@site.mercadobitcoin.com.br (E-mails operacionais referentes à estorno)

 

Não seja vítima dos golpistas. O Bitcoin é um investimento volátil o suficiente. Não aumente suas chances de perder dinheiro ao ser vítima desses golpes de Bitcoin. Fique atento a possíveis fraudadores e confie nos seus instintos.

 

Conheça os cinco principais golpes com Bitcoin

 

1 – Exchanges falsas de Bitcoin

Em 2017, as autoridades financeiras sul-coreanas e a comunidade local de Bitcoin expuseram um dos golpes mais insidiosos com Bitcoin: uma exchange falsa chamada BitKRX. Ele se apresentou como parte da maior plataforma de negociação do país e pegou o dinheiro das pessoas. Para evitar isso, você deve seguir as populares e conhecidas exchanges de Bitcoin e os fóruns de Bitcoin para receber notícias sobre falsificações rapidamente.

2 – Esquemas Ponzi

Bernie Madoff é talvez o mais conhecido esquema de Ponzi. Ele fez isso com investimentos convencionais. Mas, o princípio de um esquema de pirâmide, no qual você recebe dinheiro de novos investidores para pagar investidores anteriores, pode ser aplicado aos golpes com Bitcoin. O MiningMax, um desses esquemas, arrecadou US $ 200 milhões antes de 14 fraudadores serem presos. Como você pode imaginar, os investidores nunca obtiveram retorno sobre seus investimentos em Bitcoin.

3 – Criptomoedas Falsas

Um golpe comum é apresentar uma nova criptomoeda como uma alternativa ao Bitcoin. A ideia é que seja tarde demais para se ganhar dinheiro com Bitcoin e que você precisa investir em uma dessas novas criptomoedas. My Big Coin foi encerrada por esse motivo. Os fraudadores por trás de My Big Coin levaram US $ 6 milhões de clientes para investir na falsa criptomoeda e depois redirecionaram os fundos para suas contas bancárias pessoais.

4 – Golpes da velha escola

Se alguém enviasse um e-mail ou ligasse, dizendo que era da Receita Federal e que você devia impostos, a serem pagos imediatamente, você lhes enviaria dinheiro? Pelo incrível que possa parecer, muitas pessoas caem neste tipo de fraude. A melhor maneira de evitá-lo é ser cético em relação a telefonemas ou e-mails que dizem ser de uma agência governamental. Autoridades legítimas não entram em contato dessa maneira e não solicitam bitcoins.

5 – Malware

O malware tem sido uma maneira dos hackers obterem senhas necessárias para acessar redes de computadores ou roubar números de cartões de crédito e contas bancárias. Agora eles estão sendo usados para realizar outro dentre os golpes mais comuns com Bitcoin. Se a sua carteira Bitcoin estiver conectada à Internet, eles poderão usar malware para obter acesso e drenar seus fundos, se você não estiver protegido contra malware.

 

Fontes: Livecoins

Foto de Elen Genuncio
Foto de Elen Genuncio O autor:

Jornalista com especialização em História do Brasil pela UFF, trabalhou em diversos veículos de comunicação como O Globo, Jornal do Commercio, revista PC Mundo e Rádio Tupi.