Venezuela está conversando com a Rússia sobre sua criptomoeda

Venezuela foca em sua criptomoeda

Oficiais da Rússia e da Venezuela conversaram sobre o “Petro”, a mais nova criptomoeda da Venezuela, durante uma reunião em Moscou nesta semana.

O ministro de finanças da Venezuela, Simon Zerpa Delgado, esteve em Moscou na quarta-feira para discutir a respeito da colaboração entre ambos os governos, de acordo com tweets publicados em sua conta oficial. De acordo com uma tweet, o petro – criptomoeda que foi apresentada em dezembro e preencheu as manchetes globais com seu lançamento na terça-feira – foi discutido durante as reuniões.

Delgado twitou:

“Nesta reunião, análisamos a cooperação econômica e financeira entre ambos os países, com ênfase na nova criptomoeda da Venezuela: o Petro. Nós entregamos ao ministro Siluánov as informações atualizadas sobre nossa criptomoeda.”

“A Rússia e a Venezuela continuarão a fortificar suas balanças comerciais”, Delgado acrescentou. “Continuaremos avançando na construção de um mundo multipolar e pluricêntrico, livre de tensões imperiais.”

Leia mais: Jimmy Song, famoso desenvolvedor do Bitcoin, treinará e financiará outros desenvolvedores

Futuro incerto

Com base nas mensagens de Delgado, não está claro se o governo russo contribuirá com o desenvolvimento do petro, no qual o presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, prometeu usar para driblar as sanções internacionais impostas no país. Além disso, uma empresa russa chamada Aerotrading está associada ao projeto.

Os cidadãos venezuelanos demonstraram reações distintas com relação ao lançamento do petro, alguns acreditam que a moeda será responsável por uma nova era econômica, enquanto outros a chamaram de veículo para a corrupção.

Fonte: Coindesk.com

Foto de Andre Cardoso
Foto de Andre Cardoso O autor:

André , ariano, engenheiro, empreendedor, trader de criptos profissional, palestrante e professor. Adora números, gráficos e aprender coisas novas.

andre.cardoso.btc/