Wells Fargo e HSBC usarão Blockchain para liquidar transações Forex

Os gigantes do setor bancário Wells Fargo e HSBC começaram a usar uma plataforma de blockchain para liquidar negociações de Forex

Wells Fargo – uma organização americana líder em serviços financeiros – e o HSBC Bank – uma importante instituição monetária britânica – vai empregar um produto baseado em blockchain para liquidar transações de câmbio estrangeiro (Forex).

Por meio da parceria, as duas entidades usarão um livro-razão compartilhado para processar operações em dólares americanos, dólares canadenses, libras esterlinas e euros. Também há planos de estender a outras moedas em um futuro próximo.

Blockchain em transações Forex

De acordo com um recente comunicado à imprensa, a aplicação da tecnologia blockchain fornecerá aos dois gigantes bancários a transparência do status de liquidação para transações Forex correspondentes nas moedas mencionadas. A solução permitirá que ambas as entidades utilizem operações de pagamento versus pagamento (PvP), e deverá reduzir os riscos e custos de processamento de liquidações de câmbio.

Mark Jones – Co-Chefe de Macro da Wells Fargo – revelou que esta é a primeira vez que a tecnologia blockchain foi empregada desta maneira:

“Temos o prazer de anunciar que utilizaremos a tecnologia blockchain pela primeira vez no processo de liquidação de pagamentos internacionais. Estamos extremamente entusiasmados em colaborar com o HSBC em um projeto que coloca ambas as organizações na vanguarda da inovação do blockchain. Acreditamos que este será o primeiro passo de muitos usuários de tecnologia transformadora em nosso setor nos próximos anos.”

Além de reduzir os riscos, a tecnologia também deve aumentar a velocidade e a eficiência da liquidação. Wells Fargo e HSBC poderão acumular obrigações de pagamento bilaterais. A oportunidade se baseia na plataforma, FX Everywhere do HSBC, que já realizou mais de três milhões de transações interbancárias no valor de mais de US $ 2,5 trilhões desde seu lançamento em 2018.

A instituição britânica levantou esperanças de expandir o sistema adicionando mais participantes e introduzindo um provedor central de Infraestrutura do Mercado Financeiro (FMI) para gerenciar os padrões da plataforma.

Mark Williamson – chefe global de parcerias e propostas de câmbio na HSBC – disse:

“Como os serviços financeiros continuam digitalizando o armazenamento de pagamento e valor na blockchain, estamos muito satisfeitos em trabalhar com a Wells Fargo na adoção deste importante backbone digital internacional para a confirmação e liquidação de negociações de câmbio.”

Wells Fargo e seus esforços de cripto

No início deste ano, o gigante de Wall Street entrou com um pedido na Securities and Exchange Commission (SEC) dos Estados Unidos, para registrar um fundo Bitcoin designado. Para lançar a iniciativa, firmou parceria com a FS Investments e o New York Digital Investment Group (NYDIG).

Mais tarde, em outubro, a Elliptic – uma empresa de análise de blockchain com sede em Londres – garantiu US $ 60 milhões em financiamento da Série C liderado por Wells Fargo e o gerente de investimentos japonês – SoftBank. A empresa anunciou que usaria os fundos para acelerar a adoção da criptomoeda pelos mercados financeiros globais.

Fonte: CryptoPotato

Foto de Neidson Soares
Foto de Neidson Soares O autor:

Conheceu esse universo dos criptoativos em 2016 e desde 2017 vem intensificando a busca por conhecimentos na área. Hoje trabalha juntamente com sua esposa no criptomercado de forma profissional. Bacharelando em Blockchain, Criptomoedas e Finanças na Era Digital.

neidson8