Atlas Quantum anuncia turnaround

Posição oficial da empresa fala em “estratégia de reestruturação”

Aparentemente, a Atlas Quantum resolveu assumir a crise que enfrenta há meses. Em um comunicado oficial publicado em 28 de novembro, a empresa anunciou que começava um processo de turnaround, ou seja, uma mudança de rumo na tentativa de se recuperar financeiramente. No mercado, o turnaround costuma vir com redução de custos, mudança de gestão e, em casos mais extremos, venda de boa parte dos ativos da companhia.

O comunicado da Atlas fala em redução de equipe e ressalta que “todos os processos em andamento”, ou seja, de resgates em reais e recompra, serão mantidos, da mesma forma que os compromissos já firmados.

Veja a íntegra do comunicado:

“Caros investidores,

 

‍O Atlas Quantum inicia hoje um processo de turnaround, com readequação de sua estrutura organizacional. A equipe foi reduzida para 55 pessoas, sem prejuízo à continuidade de suas atividades, e segue operando a partir de São Paulo. As áreas de investimento e tecnologia, essenciais para a estratégia de reestruturação, foram as menos impactadas.

 

Todos os processos em andamento (resgate em reais e recompra) serão mantidos, assim como os compromissos já assumidos.

 

Essas medidas são necessárias e coerentes com o atual momento da companhia e essenciais para a continuidade do negócio”.

Na página oficial da Atlas Quantum no Facebook, entretanto, os comentários não são nem um pouco animadores. Além de reclamações de clientes da plataforma que se sentem lesados, ex-funcionários se juntaram ao coro de descontentes. “Trinta e cinco dias que eu pedi demissão e a rescisão nada. Hoje, demitiram mais uma galera, e dificilmente vão receber também. Os BTC na plataforma também não consegui sacar. Todos os dias uma estratégia nova e a verdade nunca é dita… Até quando?”, se queixava um. “Paguem a rescisão dos ex-funcionários”, exigia outra.

Alguns demitidos denunciavam o descumprimento de acordos. “Hoje foi mais um show de horrores e mentiras. Mandaram embora mais cem pais e mães de família sem receber o salário do mês corrente e os benefícios. Trabalhamos mais de dez dias custeando refeição e transporte do nosso bolso pra hoje, um dia antes do pagamento “acordado”, sermos mandados embora sem um centavo. Parabéns ao CEO, você merece o buraco que sua empresa tá se enfiando”, dizia outro comentário.

Resta saber se o turnaround, que parece ser a cartada final da Atlas Quantum, dará algum resultado.

* Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

Foto de Simone Gondim
Foto de Simone Gondim O autor:

Jornalista, revisora e roteirista, apaixonada por tecnologia e especializada em conteúdo.

https://www.instagram.com