Diretor de relações com desenvolvedores da Ripple acusa a Strike de cópia do ODL

Strike em rota de colisão com a Ripple

Strike, um Lightning Network-powered app que trouxe o Bitcoin para El Salvador, foi amplamente visto como um momento revolucionário para toda a indústria, mas nem todos estão felizes. Em um tweet recente, Matt Hamilton, diretor de relações com desenvolvedores da Ripple, afirma que a Strike de Jack Mallers tomou notas da solução On-Demand Liquidity da empresa (anteriormente conhecida como xRapid).

O ODL permite conectar moedas fiduciárias instantaneamente com a ajuda da criptomoeda XRP.

A forma como a Strike converte Bitcoin em Tether é “surpreendentemente” semelhante ao produto carro-chefe da Ripple, de acordo com Hamilton:

“A Strike então pega os bitcoins e os converte automaticamente de volta em USDT (dólar digital sintético conhecido como Tether) usando sua infraestrutura de negociação e gerenciamento de risco automatizado em tempo real.”

As remessas representam 20% do produto interno bruto de El Salvador, o que o tornaria um mercado lucrativo para a Ripple. No entanto, o país tropical já adotou a Lightning Network.

Hamilton afirma que o ODL é mais descentralizado e líquido em comparação com a Strike.

Strike e Bitcoin em El Salvador

O presidente de El Salvador, Nayib Bukele, disse no sábado local que enviaria um projeto de lei ao Congresso na próxima semana para dar curso legal ao Bitcoin no país centro-americano, divulgando seu potencial para ajudar salvadorenhos que vivem no exterior a enviar remessas para casa.

“No curto prazo, isso vai gerar empregos e ajudar a proporcionar inclusão financeira a milhares de pessoas fora da economia formal”, disse Bukele em um vídeo mostrado na conferência Bitcoin 2021 em Miami.

Strike, um aplicativo de pagamentos móveis lançado em El Salvador em março, disse em um comunicado que acolheu a legislação e está trabalhando com o país para tornar o uso da tecnologia Bitcoin um sucesso.

“Este é o tiro ouvido em todo o mundo para o Bitcoin”, disse o fundador e presidente-executivo da Strike, Jack Mallers, que apresentou o vídeo de Bukele, na conferência de Miami.

“A adoção de uma moeda digital nativa como moeda de troca fornece a El Salvador a rede de pagamentos aberta mais segura, eficiente e globalmente integrada do mundo”, disse Mallers.

Fonte: U.Today

Foto de Marcelo Roncate
Foto de Marcelo Roncate O autor:

Estudante de História e trader aposentado. Segue firme como entusiasta do Bitcoin e inimigo declarado das pirâmides financeiras.