Instituto canadense disponibilizará credenciais Blockchain para graduandos

Os primeiros certificados serão emitidos ainda este ano

O Instituto de Tecnologia do Sul de Alberta (SAIT) em breve irá disponibilizar, além do diploma de papel, credenciais dos estudantes formados através de uma chave blockchain.

Com a iniciativa, o instituto se tornou o primeiro do Canadá a utilizar a tecnologia para tal finalidade, se unindo a diversas escolas de renome, como Stanford e MIT.

“Há cada vez mais casos de transcrições fraudulentas com as quais os pós-secundários estão lidando”, disse Neera Arora, registradora do SAIT.

De acordo com o diretor de informações do instituto, Daniel Duffy, grande parte dos indivíduos está familiarizado com o blockchain graças ao Bitcoin e demais criptomoedas. Entretanto, transações financeiras são apenas o caso inicial de uso. A tecnologia apresenta uso em diversas áreas, como armazenamento de informações seguras e privadas.

“O blockchain é uma tecnologia que trabalha como um ledger público, distribuído e imutável. Ele disponibiliza aos alunos a propriedade de seus dados pessoais (…) para que apenas eles possam acessá-los.”

À partir da iniciativa, empregadores não precisarão entrar em contato com a instituição de ensino para verificar a veracidade dos dados. A credenciais poderão ser enviadas diretamente a eles sem qualquer taxa.

As credenciais serão emitidas por um dApp desenvolvido no blockchain do Ethereum e criado pelo On-Demand Education Marketplace, plataforma de computação de código aberto.

Os primeiros graduandos a receber a nova certificação são alunos do programa Técnico de Serviço Automotivo Pré-Emprego, em dezembro de 2018.

FONTE: HACKERMOON

Foto de Beatriz Orlandeli
Foto de Beatriz Orlandeli O autor:

Simpatizante das criptomoedas, após cursar Arquitetura e Urbanismo, reavivou um antigo gosto pela escrita e atualmente trabalha como redatora do WeBitcoin.

biaorlandeli